Terça-feira, 18 de junho de 2024

Justiça americana condena líder de grupo acusado de invasão ao Capitólio

Justiça dos Estados Unidos condenou nesta quinta (25) Stewart Rhodes, fundador do grupo Oath Keepers, a 18 anos de prisão por conspiração e outros crimes relacionados ao ataque ao Capitólio dos EUA, em 6 de janeiro de 2021.

Os promotores pediam uma pena ainda maior, de 25 anos para Rhodes. O juiz do processo, Amit Mehta, disse a Rhodes que ele não é um prisioneiro político, mas, sim, uma ameaça aos EUA e à democracia no país.

Mais de mil pessoas foram presas por participação na invasão ao Capitólio, prédio do Congresso dos EUA.

Na ocasião, apoiadores do então presidente republicano Donald Trump tentaram impedir o Congresso de certificar a vitória nas urnas de Joe Biden.

A maior parte deles enfrenta acusações por entrar ilegalmente ou causar danos à propriedade. Todavia, cerca de 350 foram acusadas de agressão a agentes da ordem ou resistência à prisão, e mais de 50 por crimes graves de conspiração.

A pena de prisão de Rhodes é a mais longa de todos os condenados pelo ataque ao Capitólio. Até este momento, a sentença mais longa era de 14 anos de prisão dada a um homem do estado da Pensilvânia que atacou a polícia durante o tumulto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Policiais rodoviários federais usarão câmeras corporais a partir de 2024
Gripe aviária mata quase 9 mil animais marinhos no Chile
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play