Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Lula deve anunciar na próxima semana o ex-deputado José Múcio Monteiro como ministro da Defesa, além dos futuros comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva deve anunciar na próxima semana o ex-deputado José Múcio Monteiro como ministro da Defesa. Também deverão ser anunciados os futuros comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, escolhidos de uma lista tríplice dos oficiais de quatro estrelas mais antigos das três Forças. Com isso, caberá ao novo ministro fazer a transição e discutir os programas para o setor, sem necessidade de criar uma comissão.

Lula fez o comunicado após se reunir com Múcio, um general e três brigadeiros da reserva. Ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) e eleito cinco vezes deputado federal, Múcio foi ministro das Relações Institucionais de 2007 a 2009, no segundo mandato de Lula, e é conhecido por ser hábil articulador político. Não é de hoje que Lula enfrenta dificuldades de relacionamento com a cúpula das Forças. Múcio, por sua vez, tem ótimo trânsito entre militares.

Na reunião, realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), estavam presentes o ex-comandante da Aeronáutica do governo Lula, brigadeiro Juniti Saito, os também brigadeiros Nivaldo Rossato e Ruy Chagas Mesquita e o general Gonçalves Dias, responsável pela segurança do presidente eleito. Além de Múcio, que já vinha conversando com os militares, também participaram do encontro o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin e o ex-ministro Aloizio Mercadante.

Múcio disse que não foi convidado para a Defesa. “Mas estou à disposição do presidente Lula para ajudar no que for preciso, até sem pasta”, disse. Visto como uma espécie de “curinga” para a equipe da transição, o exministro chegou a ser cotado antes para fazer novamente a articulação política. Em mais de uma ocasião, no ano passado, o presidente Jair Bolsonaro também convidou Múcio para escolher o cargo que quisesse. Ele nunca aceitou.

Elogios de Mourão

O vice-presidente da República e senador eleito pelo Rio Grande do Sul, Hamilton Mourão (Republicanos), elogiou a indicação do ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) para o comando do Ministério da Defesa. “Tenho muito apreço e respeito pelo ministro Múcio, com quem tive excelente relação quando ele estava no TCU. Julgo que será um nome positivo para o cargo”, disse Mourão.

O vice-presidente ainda disse que não vê problema em um civil chefiar o Ministério da Defesa. Desde fevereiro de 2018, a pasta é comandada por militares. “Tivemos inúmeros civis como ministros”, declarou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Diplomação de Lula no Tribunal Superior Eleitoral é antecipada para o dia 12
Conselho Nacional de Justiça impõe pena de censura a juíza eleitoral que fez publicações contra o PT
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play