Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Mercado financeiro prevê alta maior do PIB brasileiro e reduz estimativa de inflação para este ano

O mercado financeiro aumentou a projeção para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro neste ano, ao mesmo tempo em que reduziu a expectativa para inflação em 2024, de acordo com o Boletim Focus, divulgado nesta terça-feira (5) pelo Banco Central.

Para este ano, a estimativa de crescimento da economia brasileira subiu de 1,75% para 1,77%. Já para 2025, a previsão de alta do PIB ficou estável em 2%.

Para o comportamento da inflação em 2024, os economistas baixaram a estimativa de 3,80% para 3,76%, abaixo do teto da meta definida pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). A meta central de inflação é de 3% neste ano e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 1,5% e 4,5%.

Para 2025, a estimativa de inflação ficou estável em 3,51%. No próximo ano, a meta de inflação é de 3% e será considerada cumprida se oscilar entre 1,5% e 4,5%.

Juros e dólar

O mercado financeiro manteve as estimativas para a taxa básica de juros da economia brasileira para o final deste ano e de 2025 em 9% e 8,5%, respectivamente. Atualmente, a Selic está em 11,25% ao ano.

A projeção para a taxa de câmbio para o fim de 2024 ficou estável em R$ 4,93 por dólar. Para o fim de 2025, a estimativa continuou em R$ 5.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Presa quadrilha que realizou pelo menos 40 roubos de cargas de cigarro no Rio Grande do Sul
Governo gaúcho repassará R$ 13,8 milhões aos municípios para o combate à dengue
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play