Sábado, 02 de março de 2024

Mulheres superam homens no uso excessivo de álcool no carnaval de Salvador

O carnaval é um momento de muita festa e descontração quando também, eventualmente, muitas pessoas extravasam e cometem alguns exageros como beber em excesso.

Apesar dos episódios de intoxicação alcoólica apresentarem uma redução significativa de 36% durante o sábado (18) de carnaval em Salvador, a alcoolemia continua sendo responsável por uma das principais causas dos atendimentos em saúde nos módulos instalados nos circuitos.

No terceiro dia de folia, das 693 ocorrências registradas, 70 foram motivadas por intoxicação alcoólica, o que corresponde a 10% das admissões.

Outro dado tem chamado a atenção das equipes de saúde que estão atuando na folia momesca. Dos 70 episódios de alcoolemia registrados nos módulos de saúde no sábado, 44 casos foram relacionados ao sexo feminino (63%).

O indicador confirma o último levantamento feito pelo Ministério da Saúde, publicado em 2021, que afirma que as mulheres soteropolitanas são as que mais consomem álcool de forma excessiva em todo o País.

“Primeiramente, é importante que aquelas pessoas que vão fazer uso de bebidas alcoólicas não exagerem na dose. Intercalar o uso do álcool com a ingestão de água evita a desidratação, que pode potencializar o efeito de embriaguez. Também é importantíssimo estar bem alimentado e evitar o jejum antes de ir à festa”, afirmou a médica infectologista Adielma Nizarala.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Bruna Marquezine é bastante criticada ao invadir pista de desfile no Rio
No trio elétrico, Claudia Leitte faz chamada de vídeo com o filho e brinca perguntando se ele já havia tomado banho
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play