Domingo, 21 de abril de 2024

Petistas, bolsonaristas e mulher de Sergio Moro se unem em jantar pró-Arthur Lira

Um jantar em prol da reeleição do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reuniu políticos dos mais amplos matizes ideológicos na residência oficial, em Brasília. Estavam presentes desde aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como os ministros Luiz Marinho (Trabalho) e Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário), até o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Marinho e Teixeira participaram do encontro na condição de deputados, segundo pessoas próximas. Também estavam presentes os deputados eleitos Guilherme Boulos (PSOL-SP) e Rosangela Moro (União Brasil-SP), mulher do ex-juiz e senador Sergio Moro (União Brasil-PR). Os ministros das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, também participaram do jantar.

Em discurso aos deputados, Lira pediu votos e disse que todos teriam espaço em sua próxima legislatura. Reiterou que seu mandato à frente da Câmara foi o que mais aprovou projetos dos parlamentares.

O evento ainda contou com discursos da deputada petista Maria do Rosário (RS), do deputado Julio Cesar (PSD-PI) e do presidente do Republicanos, Marcos Pereira, que disse aos presentes que irá agir com “imparcialidade” na disputa. Os três devem assumir uma vaga na Mesa Diretora da Câmara.

Quem também esteve no encontro foi Gilberto Kassab, presidente do PSD. Considerado um dos políticos mais hábeis do Brasil, Kassab ajudou a emplacar Tarcísio como governador e, ao mesmo tempo, levou três ministérios de Lula.

Segundo aliados de Lira, a presença de parlamentares de todos os espectros políticos, do PT ao PL, mostra que a sua recondução para o comando da Câmara está garantida. Nas últimas semanas, o presidente da Casa fez acenos aos deputados com um pacote de benesses que vai de reajuste da verba de gabinete ao aumento do auxílio combustível e do auxílio-moradia.

O deputado do PP tem por enquanto só um adversário na disputa, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que chamou Lira de “Eduardo Cunha repaginado” e afirmou que Lula “pagará caro” pela reeleição do parlamentar.

Deputados do PSOL como Boulos e Erika Hilton (PSOL-SP) marcaram presença, mas deixaram claro que vão votar em Chico Alencar para a presidência. Boulos disse que sua visita pretendia reforçar a “convivência democrática” com a bancada e Lira.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Em São Paulo, mortes cometidas por policiais caem 61% menos que há 2 anos, após uso de câmeras na farda
A repercussão nas redes sociais do racismo sofrido por Vini Júnior
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play