Terça-feira, 05 de julho de 2022

loader

Porto Alegre vai inaugurar o primeiro Instituto Nacional do Câncer Bucal em 2022

Nesta segunda-feira (25), é celebrado o Dia do Cirurgião-dentista e, como forma de comemorar a data, foi lançado hoje o projeto do Instituto Nacional do Câncer Bucal. O primeiro Centro de Atendimento de referência para o tratamento da doença será aberto em maio de 2022, em Porto Alegre.

O objetivo do local é acolher e prestar todo o atendimento necessário às pessoas que enfrentam o câncer bucal, tumor que é bastante invasivo, agressivo e letal. Mas, até a inauguração oficial do projeto, ainda existem algumas etapas a serem concluídas, como explica o presidente do Conselho Regional de Odontologia do RS (CRO/RS), Dr. Nelson Eguía.

“A parte burocrática de documentação já está toda encaminhada. Em breve, nós teremos um CNPJ e estaremos contando com doações, tanto da iniciativa privada quanto da iniciativa pública, através de emendas parlamentares que serão muito bem-vindas para que a gente possa conduzir toda a parte de adequação do ambiente”, destacou Eguía.

O atendimento do Centro de Atendimento irá acolher os pacientes, orientar, como também dará dicas de prevenção da doença, além de realizar o tratamento das lesões cancerígenas. “Muitas vezes as pessoas não dão atenção a uma afta, uma mancha na boca e, quando resolvem dar a devida atenção ao problema, pode ser tarde demais”, afirmou o presidente do CRO-RS. O Instituto Nacional do Câncer Bucal, que tem previsão para maio, funcionará na antiga sede do Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul, na rua Vasco da Gama, número 723.

Segundo o presidente da instituição, o Rio Grande do Sul é um dos estados com maior incidência de câncer bucal, devido a vícios e hábitos, como o chimarrão com a água muito quente, o uso do cigarro, a exposição prolongada ao sol, entre outros fatores.

Conforme Eguía, o câncer bucal é mais frequente em homens, a partir dos 40 anos, e apresenta melhor prognóstico quando identificado e tratado em estágios iniciais. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se 11.180 casos novos da doença em homens e 4.010 em mulheres para cada ano do triênio 2020-2022. As regiões Sudeste e Sul apresentam as maiores taxas de incidência e de mortalidade da doença.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Conheça os vencedores do Prêmio CASACOR RS 2021
Panvel Day 2021: primeiro evento do Grupo Dimed voltado para investidores
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play