Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Presidente da Ucrânia critica “neutralidade” de Bolsonaro em relação à guerra com a Rússia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, criticou o colega Jair Bolsonaro por sua “posição de neutralidade” em relação à guerra do país com a Rússia.

Em entrevista, Zelensky disse que é grato pela conversa que teve com Bolsonaro nesta semana, mas que não apoia essa postura. Segundo o líder ucraniano, Bolsonaro disse que apoiava a “soberania e integridade territorial da Ucrânia”, mas afirmou que o Brasil deve continuar mantendo um comportamento neutro em relação ao conflito.

O presidente ucraniano comparou a situação com a Segunda Guerra Mundial e disse que a neutralidade permitiu com que os fascistas “engolissem” metade da Europa.

Na entrevista, Zelensky afirmou querer o apoio do Brasil e que as relações comerciais são “secundárias”. Ele acrescentou ainda que a Ucrânia e a Rússia não chegarão a um “meio termo”. “Escolher a neutralidade permitiu ao senhor Putin pensar que não está sozinho no mundo”, afirmou.

Na segunda-feira (18), Bolsonaro e o presidente da Ucrânia conversaram, por telefone, sobre exportações de grãos e sanções contra a Rússia, que invadiu o território ucraniano em 24 de fevereiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Justiça mantém condenação de administrador de frigorífico gaúcho que sonegou quase R$ 6 milhões em impostos
Porto Alegre começa a vacinar contra a Covid-19 crianças imunocomprometidas de 3 e 4 anos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play