Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

Se não ingressar no PL 22, Jair Bolsonaro poderá ir para o Republicanos, 10

O presidente Jair Bolsonaro, meses atrás, esteve muito próximo do PTB de Roberto Jefferson. O partido receberia Bolsonaro com “porteira aberta”, permitindo que ele interferisse nas indicações de candidatos a governador, Senado e à Câmara dos Deputados. Porém, o descontrole de Roberto Jefferson assustou aos aliados do presidente. Prosseguiram as conversas com o PP, o PL e o Republicanos, que vinham acontecendo há mais tempo, e o presidente fixou-se no Partido Liberal. Agora, dificuldades pontuais em estados do Nordeste onde o PL apoia o ex-presidiário Lula, e em São Paulo, onde existe um compromisso de apoio ao candidato do governador João Dória na sucessão estadual, dificultam a batida de martelo. Ontem em Porto Alegre, Dória voltou a dizer que é o favorito para vencer a prévia de domingo. A prévia, que deve definir o pré-candidato do PSDB à presidência da Republica, entre os governadores Eduardo Leite e João Dória, poderá alterar o cenário em São Paulo, e facilitar o entendimento entre Jair Bolsonaro e Valdemar Costa Neto. A definição do novo partido, segundo o próprio presidente, deve acontecer até o início de dezembro.

Republicanos é segunda opção

Por fora, correm o Republicanos e o PSC. O Republicanos, com o número 10, parece ser o partido preferido de Jair Bolsonaro, caso não prospere o entendimento com o PL. O presidente comentou essa hipótese ontem em Dubai. O PSC (Partido Social Cristão) já sinalizou que aceita as condições de Jair Bolsonaro. O deputado federal gaúcho Bibo Nunes é principal apoiador da alternativa do PSC.

Decisão do STF uniu Senado e Câmara

A decisão do Supremo Tribunal Federal, que interviu em questão interna do Congresso Nacional, uniu os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que ainda esperam reverter a medida do STF que suspendeu o pagamento do chamado orçamento secreto. Em viagem a Lisboa, Pacheco e Lira voltam a dialogar intensamente, e apenas aguardam pela publicação da decisão do Supremo para ingressar com recurso. Ao mesmo tempo, o Congresso prepara uma mudança legislativa como forma de atender às sugestões contidas na decisão do Supremo para aumentar a transparência quanto à liberação das emendas de relator.

Mérito Farroupilha para Alexandre Garcia

A Assembleia Legislativa gaúcha aprovou a outorga da Medalha do Mérito Farroupilha ao jornalista Alexandre Garcia. A indicação partiu do deputado Capitão Macedo, do PSL.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Fatos históricos do dia 16 de novembro
Divórcio
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play