Terça-feira, 18 de junho de 2024

Secretário particular do príncipe William pede demissão e motivo desperta suspeitas na realeza

O secretário particular do príncipe William pediu demissão. O secretário Jean-Christophe Gray anunciou que vai deixar suas funções na Família Real Britânica, servindo ao primogênito do Rei Charles III, em março de 2024. Segundo o site Yahoo Entertainment, as motivações para a saída despertaram suspeitas na realeza.

O jornal The Times classifica Jean-Christophe Gray como “o funcionário mais próximo de William”. Ele teria justificado sua demissão “à vontade de voltar a trabalhar para o governo britânico”. No entanto, a imprensa inglesa relata que a saída seria motivada por mudanças nas dinâmicas e na hierarquia da realeza que desagradaram outros funcionários da Família Real.

As mudanças teriam sido impostas pelo príncipe William e pela princesa Kate Middleton. Eles decidiram que a administração de seus cerca de 60 funcionários pessoais ficará em função de um CEO, não mais do secretário.

“Eles estão se livrando da estrutura tradicional hierárquica com os funcionários respondendo ao secretário”, explicou um contato ligado à Família Real. “E isso ligou o alerta de todos [os funcionários da realeza]. Será que o Rei e a Rainha também vão fazer a mesma coisa?”.

Os assessores pessoais da Família Real Britânica não se pronunciaram em público até o momento sobre o anúncio da demissão de Jean-Christophe Gray.

O príncipe William ocupa atualmente a primeira posição na linha de sucessão ao trono britânico. Ele é seguido por seus três filhos (Príncipe George, Princesa Charlotte e Príncipe Louis) e por seu irmão mais novo, Príncipe Harry.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Keith Richards diz que artrite mudou sua forma de tocar guitarra
Gabriela Duarte relembra tensão em Israel e diz que ainda ouve sirenes
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play