Sábado, 13 de abril de 2024

Senador Flávio Bolsonaro diz que ex-presidente Bolsonaro pode voltar dos Estados Unidos “amanhã, daqui a seis meses ou nunca”

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) disse que seu pai, Jair Bolsonaro, não tem prazo para voltar ao Brasil. Flávio afirmou, no sábado (28), que o ex-presidente deu entrada para renovar o visto de permanência nos Estados Unidos e está “desopilando”, após os quatro anos de governo e a derrota para Luiz Inácio Lula da Silva na última eleição.

“Não tem previsão, ele (Bolsonaro) que sabe. Pode ser amanhã, daqui a seis meses, pode não voltar nunca. Não sei. Você nunca tirou férias, não?”, perguntou Flávio ao ser questionado por repórteres. “Ele está desopilando. O cara passou quatro anos tomando porrada, fazendo o melhor pelo Brasil. O cara merece, por tudo que ele fez, estar lá desopilando”, disse o senador, após o lançamento do bloco formado por PL, PP e Republicanos para apoiar a candidatura de Rogério Marinho (PL-RN) à presidência do Senado no biênio 2023-2024.

Bolsonaro embarcou para os EUA em 30 de dezembro do ano passado, com visto de presidente da República, e não passou a faixa a Lula. De acordo com Flávio, ele deve estar no processo de converter o visto para uma modalidade comum, mas sem estimativa de data para regressar ao Brasil.

Flávio descartou que a permanência prolongada de Bolsonaro nos Estados Unidos esteja relacionada ao temor de um cerco judicial que possa levá-lo à prisão por atos durante o seu governo.

Bolsonaro também tem sido acusado de ligação com os atos do último dia 8, que depredaram o Palácio do Planalto, o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

“Não tem temor nenhum porque ele não tem absolutamente nenhuma responsabilidade com o que aconteceu no Brasil. Se ele estivesse sentado na cadeira de presidente, você poderia ter falado: ‘O presidente facilitou alguma coisa’. Mas o presidente já não era Bolsonaro”, afirmou o senador.

Os advogados do PL estão analisando os processos contra Bolsonaro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Não há nada juridicamente que o implique”, afirmou o filho do ex-presidente. “Ainda que forçassem muito a barra, não há como vincular Bolsonaro a nenhum ato criminoso. Ele está tranquilo”, declarou.

Michelle Bolsonaro

A ex-primeira-dama Michelle retornou ao Brasil na quinta-feira. Amigos dizem que o retorno ocorreu por causa da volta às aulas da filha, Laura. Flávio afirmou que o pai continua nos Estados Unidos “com pessoas próximas”. Na noite de sexta, Michelle postou no Instagram uma foto com várias caixas, acompanhada de uma queixa: “Preguiça de mudança”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Site oficial do PT é invadido por hackers na madrugada deste domingo
Congresso retoma trabalhos nesta semana com 27 medidas provisórias editadas por Bolsonaro e Lula pendentes de votação
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play