Quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

loader

Sexto dia de audiências no caso da boate Kiss terá dois sobreviventes e uma testemunha da defesa

O júri da boate Kiss será retomado às 9h desta segunda-feira (06) no Foro Central I, em Porto Alegre. Durante o sexto dia de audiências, serão ouvidos: a testemunha Stenio Rodrigues Fernandes e os sobreviventes Willian Renato Machado e Nathalia Daronch, todos arrolados pela defesa de Elissandro Spohr. Nathalia é esposa de Kiko.

O juiz Orlando Faccini Neto, que preside as sessões, determinou que, a partir de agora, três pessoas serão ouvidas por dia.

Quinto dia

No quinto dia do julgamento dos quatro réus acusados do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), o primeiro depoimento da manhã deste domingo (05) foi do engenheiro civil Thiago Flores Mutti, de 46 anos.

Ele chegou ao julgamento na condição de testemunha de Mauro Hoffman, mas passou a informante por responder a um processo de acusação por falsidade ideológica.

Mutti foi o engenheiro que acompanhou as obras da boate em 2009. Durante o depoimento o engenheiro contou que foi em uma festa na Kiss no final de 2012. Notou que a boate estava diferente de 2009, mais ampla, e o teto estava um pouco rebaixado. “Achei a boate muito boa” afirmou Mutti. Na ocasião ele confirmou que não viu a espuma.

Tiago, que chegou a ser um dos sócios-proprietários da boate antes de Elissandro e Mauro, foi perguntado se disse em depoimento à Polícia que havia vendido as cotas dele para Elissandro por R$ 50 mil. Trecho do depoimento foi mostrado. “Se eu disse, não vale. Vale tudo o que falei em juízo depois. Isso aí foi maneira de proteger a minha irmã”, respondeu o informante.

Até o momento já foram ouvidas 16 pessoas, sendo 14 testemunhas e 2 informantes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Chuva causa transtornos em Porto Alegre nesta segunda-feira
Papa encerra visita à Grécia dedicada à situação dos migrantes
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play