Terça-feira, 18 de janeiro de 2022

loader

Papa encerra visita à Grécia dedicada à situação dos migrantes

O papa Francisco conclui nesta segunda-feira (06) a visita à Grécia, marcada por seus apelos para um melhor tratamento aos migrantes na Europa e por seu encontro com refugiados na ilha de Lesbos.

Nesta segunda-feira, após uma reunião com jovens em uma escola católica, o pontífice deixará Atenas e retornará a Roma. Desde sua chegada no sábado à Grécia, Francisco se reuniu com o líder da Igreja ortodoxa grega e visitou o acampamento de Mavrovouni, na ilha de Lesbos, onde chamou o tratamento reservado aos migrantes de “naufrágio da civilização”.

Após sua visita às instalações, o papa celebrou uma missa para 2.000 fiéis na capital grega, onde fez um apelo por respeito aos “pequenos e humildes”. Em 2016, Francisco visitou o acampamento de Moria, em Lesbos, quando a ilha era a principal porta de entrada para migrantes que pretendiam chegar ao continente europeu.

Durante sua visita a Mavrovouni, que foi mais curta que a passagem por Moria, o pontífice foi recebido por vários migrantes no acampamento, que abriga quase 2.200 solicitantes de asilo.

As pessoas se reuniram depois em uma tenda para entoar canções e salmos para Francisco, que não escondeu a emoção. “Estou tentando ajudá-los”, disse o papa a um grupo com a ajuda de um intérprete. O acampamento de Mavrovouni foi criado rapidamente, após o incêndio que destruiu o de Moria, que era o maior da Europa.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Sexto dia de audiências no caso da boate Kiss terá dois sobreviventes e uma testemunha da defesa
Com texto fatiado, governo pode ter que pagar precatórios em 2022
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play