Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Sicredi Pioneira reúne stakeholders para apresentação de estratégia construída coletivamente

Pensar o futuro das comunidades que compõem a área de atuação da Sicredi Pioneira é a essência da Estratégia Pioneira, lançada pela cooperativa na manhã desta terça-feira (19). Em encontro realizado com mais de 350 pessoas em Nova Petrópolis, foram apresentados os resultados de 45 workshops que reuniram conselheiros, colaboradores, poder público, entidades de classe, parceiros estratégicos e de negócios, representantes do Sistema Sicredi e demais stakeholders da cooperativa ao longo de 2023.

Nos encontros realizados no ano passado, o grupo congregou uma série de olhares sobre o futuro das comunidades na área de atuação da Pioneira. A partir desse mapeamento, a cooperativa identificou múltiplos cenários e definiu qual será a sua estratégia para atender, a seu modo, essas necessidades. A partir de 2024, a intenção estratégica da Sicredi Pioneira é “ser uma cooperativa mais humana, consciente e relevante”, que se desdobra em cinco ambições: Local, Inclusiva e Conectada; Sustentável, Educadora e Humana; Hub Acelerador de Comunidades Conscientes; Confiável, Segura e Sólida; e Propósito, Cultura e Estratégia Disseminados. A intenção e as ambições são sustentadas por 10 pilares estratégicos que podem ser conferidos na íntegra no site da Estratégia Pioneira.

“Esse é o momento de materialização de uma entrega efetiva construída com todo o ecossistema. O grande impacto está em demonstrar o poder do coletivo. Para construir essa estratégia, levantamos muito conteúdo e agora vamos entregar esse material para nossos parceiros. Isso pode, sim, influenciar na construção de suas estratégias. No médio e longo prazo, esse trabalho pode se refletir na estratégia de nossos parceiros de forma a termos visões similares, o que seria muito poderoso em termos de ecossistema”, explica Solon Stahl, diretor-executivo da cooperativa.

Para Solon, o grande diferencial está no modelo de construção coletiva, que não considera o padrão de plano estratégico estanque, com começo, meio e fim. “Estamos estruturados em três partes: propósito, cultura e estratégia. Tudo começa pelo porquê, por que estamos aqui. Depois disso, respondemos como fazemos as coisas, qual é nosso jeito, nossa cultura. A terceira pergunta é o que vamos fazer, que é a estratégia. O propósito de juntos construirmos comunidades melhores já é bem conhecido em nossa área de atuação. A cultura, por sua vez, é um elemento mais interno. A estratégia, que é o quê, construímos juntos por meio desses encontros”, explica.

A intenção de ser uma cooperativa mais humana, consciente e relevante é fruto da visão dos stakeholders. “A Pioneira está dizendo para o ecossistema que, por mais que ela vá investir em tecnologia, ela vai continuar tendo o trato humano. O consciente vem da clareza de que a cooperativa tem de ser uma ferramenta para gerar impacto positivo. Já o relevante é se manter importante no atendimento às necessidades do associado. O associado que quiser ter uma solução financeira precisa encontrá-la na Sicredi”, resume o diretor. 

Antecipação de cenários

O método utilizado foi o Foresight, uma estratégia antecipativa para prever possíveis cenários e se preparar para lidar com eles, minimizando o impacto de crises futuras. Durante o processo, mais de mil pessoas participaram dos workshops. Elas trabalharam com aspectos como a educação, o meio ambiente, a vida financeira, a tecnologia, entre outros. As percepções do grupo foram analisadas e classificadas em cinco subgrupos: desejo (objetivo de futuro); medo (preocupação sobre condições negativas de futuro); sinal fraco (indicação sutil de possível mudança futura); cisne negro mundial e local (evento altamente improvável, porém de grande impacto) e tendência (padrão que indica como o futuro pode se desdobrar). 

Esses aspectos, quando conjugados, deram origem a diferentes cenários de futuro, sendo eles: cenário-base, exploratório, desejado, alerta e contraste, gerando menos ou mais mudanças, mais positivas ou mais negativas. Tais cenários de futuro consideram o mundo em 2030 e 2050 e a área de atuação da Sicredi Pioneira nesses anos. No final de cada cenário no relatório, constam as tendências, sinais fracos e cisnes negros referentes, identificados a partir dos encontros.

Esta construção reflete o olhar das principais lideranças regionais, podendo tornar-se um guia para o desenvolvimento do ecossistema regional, sendo utilizada como insumo para a construção do futuro de diferentes iniciativas na região. O relatório está à disposição da comunidade em www.sicredipioneira.com.br/estrategia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Rede Pampa prepara ampla cobertura do South Summit Brazil 2024, no Cais Mauá
Durante o South Summit Brazil 2024, fórum Brasil de Ideias discute da inovação à inclusão digital
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play