Sexta-feira, 01 de julho de 2022

loader

Telegram ganhou 70 milhões de novos usuários durante apagão do Facebook

O Telegram ganhou cerca de 70 milhões de novos usuários em todo o mundo durante o apagão de 7 horas nas redes sociais do Facebook, entre elas o Instagram e o rival WhatsApp, anunciou o aplicativo de mensagens russo nesta terça-feira (5).

Na mensagem, o presidente executivo do Telegram, Pavel Durov, classificou a segunda (4) como “um recorde de registros de usuários e de atividade” no aplicativo. “Estou orgulhoso de como nosso time lidou com o crescimento inesperado porque o Telegram continuou trabalhando perfeitamente para a maioria dos usuários”, acrescentou o CEO, ressaltando, ainda, que o aumento de acesso pode ter levado alguns usuários nos Estados Unidos a “uma velocidade mais lenta do que o normal”.

Durante a tarde de segunda, nas redes sociais, alguns usuários do Telegram, inclusive brasileiros, se queixaram de instabilidade no aplicativo de conversas. De acordo com o site Down Detector, que monitora o funcionamento dos principais serviços online no mundo, o Telegram começou a apresentar falhas técnicas por volta das 13h no horário de Brasília.

Mesmo antes do apagão do WhatsApp, o Telegram já vinha aumentando o número de usuários. No último mês de agosto, o aplicativo atingiu a marca global de 1 bilhão de downloads, graças a um ganho de popularidade ainda mais acentuado durante o ano de 2021.

De acordo com números do site de tecnologia TechCrunch, só no primeiro semestre deste ano, foram 214 milhões de downloads do Telegram ao redor do mundo, um aumento de 61% em relação aos números do ano passado.

O Facebook culpou uma mudança de configuração errada pela interrupção, que impediu os 3,5 bilhões de usuários da empresa de acessarem sua plataforma e serviços de mensagem como WhatsApp, Instagram e Messenger.

“A taxa diária de crescimento do Telegram ultrapassou o normal por uma ordem de magnitude, e acolhemos mais de 70 milhões de refugiados de outras plataformas em um dia”, escreveu Durov em seu canal no Telegram.

Ele disse que alguns usuários das Américas podem ter sofrido com velocidades mais lentas porque milhões correram para se registrar ao mesmo tempo, mas que o serviço funcionou como sempre para a maioria.

O Telegram já tinha se beneficiado com o anúncio da polêmica da mudança de política do WhatsApp, no começo do ano, quando afirmou que 72 milhões de usuários novos em 72 horas. Na ocasião, a plataforma dizia ter ultrapassado os 500 milhões de usuários ativos mensais.

A pane de quase seis horas do WhatsApp na segunda afetou a negociação de ativos, desde criptomoedas ao petróleo, disseram operadores do mercado, mas uma mudança rápida para plataformas alternativas como o Telegram limitou o impacto.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Após a pane mundial, Facebook descarta ataque hacker
Pelo menos 8 países apuram denúncias sobre uso de paraísos fiscais por chefes de Estados e de governos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play