Segunda-feira, 04 de julho de 2022

loader

Após a pane mundial, Facebook descarta ataque hacker

O Facebook divulgou nota no final da noite de segunda-feira (4) informando que o apagão global de cerca de seis horas em suas redes, que incluem o Whatsapp e o Instagram, foi uma falha interna: um defeito durante alteração em suas configurações. A plataforma informou também que não houve um ataque hacker nem vazamento de dados de usuários.

“Queremos esclarecer que acreditamos que a causa da queda foi uma mudança de configuração”, afirmou a empresa.

De acordo com o Facebook, a falha ocorreu durante uma mudança numa estrutura que coordena o tráfego entre seus centros de dados, o que gerou um efeito cascata que interrompeu a comunicação e fez com que outros centros fossem afetados.

A empresa não especificou quem executou a alteração na configuração e se essa mudança estava planejada.

O Facebook também utilizou a nota para pedir desculpas aos usuários pelo apagão. “A todas as pessoas e empresas que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de nossas plataformas.”

O mesmo fez Mark Zuckerberg, presidente-executivo da empresa. “Desculpem pela interrupção de hoje [segunda, 4] — eu sei o quanto vocês dependem de nossos serviços para ficarem conectados com as pessoas de quem gostam”, afirmou o bilionário em postagem no Facebook depois que o serviço foi restabelecido.

Acredita-se que o próprio Zuckerberg tenha perdido cerca de US$ 6 bilhões de sua fortuna pessoal em determinado momento, quando as ações do Facebook despencaram.

Erro interno

A agência de notícias Reuters informou que funcionários da plataforma que não quiseram ser identificados disseram anteriormente que acreditavam que a interrupção foi causada por um erro interno no modo como o tráfego da internet é roteado para seus sistemas.

As falhas nas ferramentas de comunicação interna e outros recursos que dependem dessa mesma rede para funcionar agravam o erro, disseram esses funcionários.

Íntegra 

Leia a seguir a integra da nota divulgada pelo Facebook.

“A todas as pessoas e empresas em todo o mundo que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de hoje em nossas plataformas. Temos trabalhado o máximo que podemos para restaurar o acesso e nossos sistemas estão funcionando novamente. A causa subjacente dessa interrupção também afetou muitas das ferramentas e sistemas internos que usamos em nossas operações diárias, complicando nossas tentativas de diagnosticar e resolver o problema rapidamente.

Nossas equipes de engenharia determinaram que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam essa comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços.

Nossos serviços estão novamente online e estamos trabalhando ativamente para devolvê-los totalmente às operações regulares. Queremos deixar claro neste momento que acreditamos que a causa raiz dessa interrupção foi uma alteração de configuração com defeito. Também não temos evidências de que os dados do usuário tenham sido comprometidos como resultado desse tempo de inatividade.

Pessoas e empresas em todo o mundo confiam em nós todos os dias para se manterem conectadas. Entendemos o impacto que interrupções como essas têm na vida das pessoas e nossa responsabilidade em mantê-las informadas sobre interrupções em nossos serviços. Pedimos desculpas a todos os afetados e estamos trabalhando para entender mais sobre o que aconteceu hoje para que possamos continuar a tornar nossa infraestrutura mais resiliente.”

A nota foi assinada por Santosh Janardhan, engenheiro de infraestrutura.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Inferno astral do Facebook já havia começado a se intensificar no fim de semana, antes da pane global
Telegram ganhou 70 milhões de novos usuários durante apagão do Facebook
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play