Terça-feira, 21 de maio de 2024

Tênis: bolas iguais para homens e mulheres geram polêmica no US Open; entenda

Uma mudança no tipo de bola das competições vem gerando polêmicas no US Open. As tenistas estão reclamando que a bola, que agora é igual à usada no torneio masculino, está muito pesada. Campeã de Wimbledon, Marketa Vondrousova deixou claro o desconforto com o material usado no Grand Slam americano.

“Elas estão muito pesadas, e a temporada é muito longa. Eu sinto como se estivesse batalhando contra elas”, disse a tenista.

A opção para esse ano do US Open foi usar a bola “extra duty”, que possui uma camada mais resistente de feltro, voltada para quadras duras. A mudança veio depois de um questionamento das próprias atletas na edição de 2022. Na ocasião, elas usavam outro tipo de bola, diferente da do masculino. A atual campeã do torneio, Iga Swiatek, foi uma que liderou o movimento pela troca das bolas na última edição.

A mudança, porém, não agradou a todas as jogadoras. A organização do evento trata a edição deste ano como um teste. De acordo com a diretora do torneio, o US Open ouvirá as atletas para definir o modelo para 2024.

“Esperamos que a WTA nos conte ao final do US Open de 2023 se eles querem continuar com essas bolas ou voltar para as tradicionais. É uma decisão 100% das atletas. Estamos felizes com o que as atletas quiserem quando se trata das bolas”, disse a diretora do torneio Stacey Allaster.

No entanto, o peso das bolas no geral também foi questionado por atletas homens recentemente. Em setembro, o tenista canadense Vasek Pospisil, que é um dos mais envolvidos no lado político da ATP, postou em suas redes sociais que os atletas homens também estão sentindo o peso da bola. A fornecedora dos principais torneios é a mesma. Ele aponta que há uma vontade das entidades de deixar o jogo mais lento, ainda que não haja um discurso oficial da ATP ou da WTA.

“Há alguns anos existe uma discussão na ATP/WTA em querer ‘desacelerar o jogo’ para tornar os pontos mais longos para os fãs. As bolas estão ficando cada vez mais pesadas e, que surpresa, estão matando nossos corpos. Quase todos os atletas que converso pensam o mesmo. Nunca vi tantas lesões de pulso, cotovelo e ombro como estou vendo agora”, desabafou o canadense.

De acordo com a representante das tenistas no conselho da WTA, Jessica Pegula, as atletas já estão em conversas para definir qual tipo de bola será usado no próximo ano de competições. A norte-americana ressaltou que além de uma escolha pessoal, as bolas variam de performance de acordo com o tipo de feltro, quadra, tamanho e fabricante, tornando toda a discussão ainda mais complexa.

“Obviamente a saúde dos atletas é o mais importante. Eu brinco com o conselho que eu não gosto de nenhuma das bolas, então eu me ausento da discussão. Mas sim, isso é algo que vamos ter que avaliar”, disse Pegula.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Botafogo pode sofrer por postagem de torcida com suposto slogan nazista
Com cidade futurista de 1 trilhão de dólares, Arábia Saudita aumenta lobby para sediar a Copa do Mundo de 2034
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play