Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

loader

Vacina da Janssen terá 2ª dose dois meses após a primeira e depois uma dose de reforço

O Ministério da Saúde deve recomendar nos próximos dias uma segunda dose da vacina da Janssen, antes conhecida como a vacina de dose única, para quem tomou a primeira dose do imunizante. A informação foi divulgada nesta terça-feira (16) durante coletiva de imprensa que anunciou a ampliação da aplicação da dose de reforço para toda população adulta brasileira.

“Esses que tomaram a vacina da Janssen vão tomar a segunda dose da mesma vacina e, lá na frente, após cinco meses da segunda dose, receberão uma dose de reforço, preferencialmente, com uma vacina diferente”, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O tempo de intervalo entre a primeira e a segunda dose será de dois meses. “Nós iríamos anunciar isso posteriormente esta semana. O tempo de intervalo será de dois meses a exemplo do que decidiu o FDA (Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos”, explicou a secretária especial de enfrentamento à covid-19, Rosana Leite.

Em outubro, um comitê de agência norte-americana recomendou uma segunda dose da vacina contra a covid-19 da Janssen para aqueles que receberam a primeira dose do imunizante.

Ainda segundo a secretária, a nova orientação deve ser feita a partir desta sexta (19), quando será feita a distribuição das vacinas da Janssen pelo Ministério da Saúde. “Nós distribuímos as vacinas duas vezes por semana. Essas da Janssen (serão distribuídas) a partir de sexta-feira se forem todas liberadas. Elas chegaram ontem e gente vai distribuir com todas as orientações”, disse.

Em nota, a Anvisa reforçou que há diferenças entre “esquema vacinal previsto em bula” e “estratégia de vacinação e reforço”.

“O esquema previsto em bula e aprovado pela Anvisa (quantidade de doses e intervalos) indica a forma de uso da vacina que, segundo os estudos, produzem os melhores resultados de imunização. Já a estratégia de vacinação e reforço é uma decisão da autoridade de saúde (MS) sobre como determinado imunizante será aplicado na população de forma a se obter a melhor cobertura vacinal, e as estratégias de monitoramento das reações adversas”, informou a Anvisa.

No caso da Janssen, a empresa não solicitou a inclusão de uma segunda dose em seu esquema vacinal, mas está em conversa com a Anvisa para esclarecimentos especificamente sobre a dose de reforço. Ou seja, por enquanto, o status de uma pessoa vacinada com a Janssen segue como “completamente imunizado” mesmo com apenas uma dose.

“Segundo a Janssen, a previsão é que até a próxima semana a empresa entregue os estudos para Anvisa sobre a eficácia e segurança da dose reforço da sua vacina”, informou a Anvisa.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Rio Grande do Sul registra 361 novos casos de Covid-19 e mais oito mortes provocadas pela doença
Nova York anuncia realização da tradicional festa de Ano Novo, mas só para vacinados
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play