Terça-feira, 21 de maio de 2024

Vendeta

Militares e senadores de oposição veem o texto da PEC 42 – do senador Jaques Wagner (PT-BA) -, que altera as condições de elegibilidade de militares da ativa das Forças Armadas, como vendeta dos governistas contra o governo de Jair Bolsonaro. O texto da proposta obriga o militar a ir para a reserva se for candidato e isso eles não aceitam. Hoje, podem se candidatar sem perderem a função. Os militares – alguns nem são bolsonaristas – estão reclamando que têm esse direito. A proposta está em discussão no Senado. O clima é tão tenso que o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), relator da matéria, cogita renunciar à função após a oposição, capitaneada pelo Hamilton Mourão (Republicanos-RS), questionar a constitucionalidade da proposta. Mourão alega que os militares não podem ser tratados como “cidadãos de segunda categoria”.

Estilo baiano

O deputado baiano Antonio Brito (PSD) não se mete na bola dividida entre o Planalto e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Frequentador da Presidência, adota postura conciliadora para se cacifar como candidato do Governo à sucessão de Lira. Em cidades da Bahia, ele espalhou outdoors cumprimentando a população pelas festas de fim de ano.

Calma, general

De todos os mandados expedidos ontem, o mais tenso de ser cumprido foi o de busca e apreensão no endereço do general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil e candidato a vice em 2022. Agentes que fizeram as buscas tiveram que alterar a voz diante dos questionamentos e a postura do oficial de dificultar o acesso aos cômodos.

Em xeque

A dilapidação da Lava Jato pelo STF ameaça a recuperação de dinheiro público desviado por empresas que parcelaram o pagamento dos valores milionários das condenações. E coloca em xeque os acordos de leniência fechados pela CGU e a AGU com base em delações e provas agora derrubadas, principalmente pelo ministro Dias Toffoli.

Copa “Minha Casa”

Um encontro entre o ministro de Esportes, André Fufuca, o Secretário Nacional de Futebol, Athirson Mazzoli, e o Secretário de Habitação do Rio, Patrick Corrêa, selou a criação da Copa Minha Casa Minha Vida. O projeto é da Associação dos Condomínios MCMV do Rio com a SMH e reunirá 60 equipes.

Chinesas elétricas

As empresas chinesas BYD e Great Wall Motors (GWM) vão construir duas fábricas de carros elétricos no Brasil. A primeira já assumiu o complexo industrial que pertenceu à Ford em Camaçari (BA). A outra fábrica, da GWM, será em São Paulo.

Com Walmor Parente, Carol Purificação e Isabele Mendes

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Bukelecracia
Novos horizontes
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play