Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Walmart é a maior empresa do mundo; confira a lista

Mesmo em meio a tensões geopolíticas e lockdowns pelo avanço da covid, as maiores empresas da China (incluindo Taiwan) superaram pela primeira vez a receita das gigantes americanas. Segundo o levantamento Fortune Global 500, que reúne as maiores companhias do mundo, as corporações chinesas responderam por 31% do faturamento da lista referente ao ano fiscal de 2021.

Ao todo, as 500 maiores empresas do mundo tiveram receita de US$ 37,8 trilhões, mais do que um terço do produto interno bruto (PIB) global. O número também representa um salto de 19% em relação ao ano anterior. Por sua vez, os lucros das gigantes mundiais avançaram 88% para o recorde de US$ 3,1 trilhões.

A China (incluindo Hong Kong e Taiwan) tem o maior número de empresas na lista, 145. Os Estados Unidos vêm na segunda colocação, com 124 – um aumento de duas companhias em relação ao ano anterior –, seguido pelo Japão que perdeu seis participantes, para um total de 47.

No levantamento, o Walmart conquistou o primeiro lugar pelo nono ano consecutivo e pela 17ª vez desde 1995. Já no quesito lucro, a Saudi Aramco (número 6 da lista) recupera o título de empresa mais lucrativa do mundo, com US$ 105 bilhões em lucros.

“Uma recuperação das piores profundezas da pandemia criou um enorme vento favorável para as maiores empresas do mundo em receita. As vendas e os lucros agregados atingiram níveis recordes no ano fiscal de 2021 para o Fortune Global 500”, diz Scott DeCarlo, editor da lista da Fortune, em nota.

Ao todo, as empresas da lista empregam 69,6 milhões de pessoas em todo o mundo e estão sediadas em 229 cidades de 33 países e regiões ao redor do mundo. O número de mulheres CEOs subiu para 24 neste ano, de 23 no ano passado.

Veja a seguir o ranking com as dez maiores empresas:

1)  Walmart (EUA) – US$ 572,8 milhões de receita e 2,4% de variação anual;

2) Amazon (EUA) – US$ 469,8 milhões de receita e 21,7% de variação anual;

3) State Grid (China) – US$ 460,6 milhões de receita e 19,1% de variação anual;

4) China National Petroleum (China) – US$ 411,7 milhões de receita e 45% de variação anual;

5) Sinopec (China) – US$ 401,3 milhões de receita e 41,4% de variação anual;

6) Saudi Aramco (Arábia Saudita) – US$ 400,4 milhões de receita e 74,3% de variação anual;

7) Apple (EUA) – US$ 365,8 milhões de receita e 33,3% de variação anual;

8) Volkswagen (Alemanha) – US$ 295,8 milhões de receita e 16,5% de variação anual;

9) China State Construction Engineering (China) – US$ 293,7 milhões de receita e 25,3% de variação anual;

10) CVS Health (EUA) – US$ 292,1 milhões de receita e 8,7% de variação anual.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Veja o que fazer com os seus investimentos após a taxa Selic avançar para 13,75% ao ano
“Não sou mágico nem salvador”, diz o novo ministro da Economia da Argentina
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play