Gaúchos irão às urnas para escolher 31 deputados federais, 55 deputados estaduais, dois senadores e o governador do Estado

No Brasil, 147.302.354 eleitores estão aptos a votar na eleição deste domingo. No Rio Grande do Sul, 8.354.732 cidadãos poderão votar nos representantes políticos de sua escolha. Além do voto para presidente da República, o RS elegerá 31 deputados federais, 55 deputados estaduais, dois senadores e o governador do Estado.

Os 8,3 milhões de eleitores gaúchos que estão aptos a votar estão distribuídos pelos 497 municípios do Estado, conforme a Justiça Eleitoral.

Neste sábado, o TRE-RS (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul) finaliza a entrega das 3.011 urnas para as sete zonas eleitorais de Porto Alegre. A empresa terceirizada, responsável pelo transporte, levou ao destino 70% dos equipamentos ainda na sexta-feira.

Perfil do eleitorado gaúcho

Em relação às últimas eleições gerais, que aconteceram em 2014, o eleitorado do Estado diminuiu em 37.301 pessoas. Naquele ano, 8.392.033 estavam aptas a votar.

Gênero e nome social

Segundo dados do Cadastro Eleitoral, a maior parte do eleitorado gaúcho pertence ao gênero feminino. Ao todo, são 4.383.662 eleitoras, o que representa 52,5% do total. Já o gênero masculino reúne 3.971.070 cidadãos, representando 47,5% do eleitorado.

Neste ano, o TSE aprovou a possibilidade dos eleitores transexuais e travestis serem identificados pelo nome social. Pela primeira vez no Brasil, estes eleitores terão registrados o gênero e nome pelos quais se reconhecem no título de eleitor e no caderno de votação.

No RS, 330 eleitores atualizaram seus dados na Justiça Eleitoral para serem reconhecidos por seu nome social nas Eleições 2018.

Faixa etária

A maior parte da população do Estado apta a votar está entre os 35 e 39 anos. A faixa etária concentra 844.762 (10,11%) dos gaúchos. Em segundo lugar, aqueles entre 30 e 34 anos, que somam 812.078 dos eleitores, ou seja, 9,72%.

Voto facultativo

O voto é facultativo para os brasileiros entre 16 e 18 anos, assim como os de idade maior que 70 anos. Entre os jovens de 16 e 17 anos, 53.771 podem participar do pleito – o equivalente à 0,65% do total. Esse número refere-se ao quantitativo de eleitores que, em 7 de outubro, quando ocorre o primeiro turno das Eleições Gerais 2018, ainda estarão nessa faixa etária, e, portanto, poderão exercer seu direito facultativo ao voto.

Já os eleitores acima de 70 anos, também com voto facultativo, são 766.996 (9,87%).

Biometria

O número de eleitores gaúchos que serão identificados por biometria em 2018 é de 4.991.213 eleitores (59,74% do total). Os sem biometria somam 3.363.519 (40,26% do total).

Até 2022, a Justiça Eleitoral deve identificar 100% dos eleitores por meio da impressão digital. A medida visa a prevenir fraudes e tornar as eleições brasileiras ainda mais seguras, impedindo que um eleitor tente se passar por outro no momento do voto.

Grau de instrução

As estatísticas registram que a maior parte dos eleitores do Rio Grande do Sul tem o ensino fundamental incompleto: 2.669.314 (31,95%), seguido por aqueles que têm o ensino médio completo – 1.680.508 (20,11%).

Estado Civil

As estatísticas também revelam que 55,6% dos eleitores estavam solteiros no momento do registro/atualização do cadastro, num total de 4.641.106 votantes. Já 35,46 % se declararam casados, somando 2.962.914 no total.

Eleitores com deficiência

Os eleitores com algum tipo de deficiência somam 50.134. São cidadãos que comumente precisam de atendimento especial no dia da votação e podem votar em seções adaptadas pela Justiça Eleitoral. O prazo para solicitar transferência para uma seção com acesso facilitado termina no dia 23 de agosto.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *