O evento Pokémon Go reuniu 30 mil pessoas na orla do Guaíba, em Porto Alegre

O Pokémon Go Safari Zone, que reuniu jogadores de vários países na orla do Guaíba, em Porto Alegre, terminou na tarde deste domingo (27). O evento, que já foi realizado em Dortmund (Alemanha), Chicago (EUA), Tainan (Taiwan) e Yokosuka (Japão), registrou cerca de 22,5 mil participantes, sendo que um terço deles vieram acompanhados, envolvendo um total de 30 mil pessoas, de acordo com informações da prefeitura.

“Foi mais uma oportunidade para colocar Porto Alegre no mapa dos grandes eventos e estamos felizes com a confirmação de que vamos receber aqui todo ano uma maratona do Pokémon Go”, disse o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Dos 25 mil ingressos distribuídos, 25% foram para jogadores de outros países, 60% para outros Estados brasileiros e 15% para jogadores de Porto Alegre. Foi registrada a presença de pessoas de várias nações, com destaque para Estados Unidos, Espanha, México, Chile e Argentina.

O vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Niantic, Omar Tellez, ressaltou o apoio e compromisso do prefeito e da equipe da prefeitura para o sucesso do Safari Zone. “Esse foi um dos nossos melhores eventos. Para nós, ver jogadores de todo o mundo se reunirem em Porto Alegre tem sido um sonho tornado realidade”, completou Omar.

A Niantic investiu 300 mil dólares, sendo que 50 mil dólares foram em encargos para a prefeitura pela utilização da limpeza urbana, compensação ambiental e monitoramento do trânsito na região do evento. As empresas contratadas para prestação de serviços no local são do Rio Grande do Sul, gerando cerca de 200 empregos diretos, conforme a administração municipal.

Durante os três dias do Pokémon Go Safari Zone, o que mais chamou a atenção da equipe do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana) foi a ausência de lixo espalhado pela orla, imagem comum em eventos com público de milhares de pessoas, conforme destacou o secretário de Serviços Urbanos de Porto Alegre, Ramiro Rosário. “Agradecemos à organização e aos participantes pelo cuidado e zelo com a nossa cidade. Dentre outros, este foi o evento que deixou o local mais limpo, e certamente servirá de exemplo para os próximos”, declarou.

A Guarda Municipal também não recebeu nenhuma denúncia de crime grave ou ocorrência policial nos dias do evento internacional. Toda movimentação dos participantes foi monitorada por 31 câmeras instaladas na orla do Guaíba.

Doações

Durante o evento, foram recolhidos donativos para a população de Brumadinho (MG), onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu. Água, produtos de higiene e limpeza foram doados.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *