Porto Alegre abre o 1° Fórum das Cidades Inteligentes

O prefeito de Porto Alegre em exercício Gustavo Paim participou da cerimônia de abertura do 1° Fórum das Cidades Inteligentes, Humanizadas e Inovadoras na manhã desta quinta-feira (18). O fórum ocorreu no Teatro CIEE e reuniu gestores públicos, empresários e comunidade acadêmica para discutir as potencialidades e desafios na transformação de Porto Alegre em uma cidade inteligente, além de demonstrar cases de sucesso no mundo em smart cities. As informações são da prefeitura da capital gaúcha.

Paim afirma que o fórum possibilita a troca de conhecimento e é uma oportunidade para aproveitar a expertise internacional e trazer inovação para Porto Alegre. “Depois da entrega do trecho 1 da orla do Guaíba, o porto-alegrense está querendo os trechos 2 e 3. Para isso, precisamos realizar parcerias público-privadas”, destaca o prefeito em exercício, fazendo referência à aprovação do projeto de PPPs no Legislativo. O projeto agora permite que o município destine 5% dos recursos para investimentos em PPPs, percentual que antes era de apenas 1%. “A maioria dos vereadores entendeu a necessidade de investimentos em áreas essenciais como saúde, educação e assistência social”, justifica Paim.

O evento é organizado por Marcino Fernandes Rodrigues Advogados & Consultores em Governança Sustentável e Fórum Nacional das Parcerias Público-Privadas (PPPs), com apoio da Prefeitura de Porto Alegre. Além do prefeito, falaram pela manhã o diretor de Engenharia da Marcopolo, Luciano Ricardo Resner, que abordou o impacto da indústria 4.0 na mobilidade urbana, expressão que engloba tecnologias para automação e troca de dados; o diretor de Relações Institucionais da Siemens, Henrique Paiva, e o comissário comercial do Canadá, Marcio Francesquine, que trouxeram para o debate cases de smart cities.

O secretário de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, fará palestra na tarde desta quinta-feira. O secretário levará um portfólio de projetos de concessões e PPPs para Porto Alegre, trabalhados desde o início da gestão. Paim aproveita para relacionar a execução de projetos com a necessidade de estabelecer confiança entre as partes. “Precisamos passar confiança para a iniciativa privada. As empresas precisam confiar no poder público, e nós precisamos compreender que, mesmo com interesses de ambos, todos querem uma cidade melhor. É uma relação em que todos ganham”, conclui.

O evento tem previsão de término no final desta tarde, com a leitura de uma carta para Porto Alegre. O documento foi escrito pelo presidente do Fórum Nacional de Parcerias Público-Privadas, Marcino Fernandes, com sugestões e contribuições ao futuro da cidade. “Essa é uma carta de amor a Porto Alegre, não só de sugestões”, justifica Marcino.

Também participaram da abertura os secretários municipais de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi; de Comunicação, Orestes de Andrade Jr; o presidente da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), Joel Lovatto, o diretor-presidente da Procempa, Paulo Miranda, a diretora-presidente da Carris, Helen Machado, e a secretária adjunta de Educação, Ivana Flores.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *