Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Audiência pública sobre o enfrentamento da violência contra a mulher é realizada em Carazinho

Conforme o Observatório Estadual da Segurança Pública, Carazinho está entre os 20 municípios gaúchos que mais registraram ameaças contra mulheres no primeiro trimestre deste ano.

De acordo com os dados, foram verificadas 99 ocorrências dessa natureza na cidade nesse período. O município também registrou, no primeiro trimestre, 25 denúncias de lesão corporal e quatro casos de estupro.

Nesta quinta-feira (11), a partir das 19h, a Câmara de Vereadores de Carazinho dá espaço a uma audiência pública sobre o enfrentamento da violência contra a mulher e o combate ao feminicídio. Proposto pelo deputado estadual Airton Lima (Podemos), o evento tem realização da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) da Assembleia Legislativa do Estado.

“Não podemos parar. Desde 2019, foram 25 audiências públicas percorrendo o Estado, reunindo autoridades e a sociedade civil para o debate de medidas práticas e urgentes no combate a esta violência”, avalia o deputado.

Além de abrir espaço às manifestações das autoridades e entidades participantes, a audiência pública também promoverá palestras a respeito da identificação do ciclo de violência, da legislação vigente e dos procedimentos adotados diante destes casos. O evento é aberto ao público em geral.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

História dos jogos de cassino no Brasil: uma jornada de proibições e tentativas de legalização
Vendas do comércio brasileiro aumentam pelo segundo mês seguido e atingem o maior patamar da série histórica
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play