Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Brasília registra o primeiro caso de raiva humana em 44 anos

A SES-DF (Secretaria de Saúde do Distrito Federal) confirmou, nesta terça-feira (05), um caso de raiva humana. Segundo dados da pasta, até então, a última e única notificação na capital tinha sido em 1978.

A SES-DF afirma que, por conta do caso, antecipou o início da vacinação antirrábica para esta quarta-feira (06). No entanto, não tinha divulgado mais detalhes sobre a iniciativa até o início da tarde.

Segundo a Secretaria de Saúde, “a raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos e pode ser transmitida aos humanos (antropozoonose) pela mordedura, lambedura e arranhadura de animais infectados com o vírus da raiva”.

O distúrbio é caracterizado por sintomas neurológicos e, de acordo com a pasta, “é uma doença quase sempre fatal (praticamente 100% dos casos evoluem para óbito), para a qual a melhor medida de prevenção é a vacinação pré ou pós-exposição”.

O vírus é transmitido pela saliva dos animais. A SES-DF afirma que “o último caso diagnosticado de raiva em cães foi em 2000 e, em gatos, no ano de 2001”. Entre maio e junho deste ano, pelo menos quatro crianças e adolescentes morreram por raiva em Minas Gerais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Greve dos servidores do Banco Central é encerrada
Relator na Câmara dos Deputados da PEC das Eleições diz que manterá texto do Senado para agilizar pagamentos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play