Quinta-feira, 25 de abril de 2024

Brigada Militar investiga morte de suspeito que tomou pistola de policial após se soltar de algemas

Um inquérito interno será aberto pela Brigada Militar (BM) para investigar a morte de um suspeito de 21 anos morto sob custódia em São Leopoldo (Vale do Sinos), quinta-feira (16). Os relatos são de que ele cometia furtos no bairro Cohab-Feitoria quando foi entregue por populares à corporação. Mesmo sob algemas, conseguiu se soltar antes da entrada na viatura, pegou a pistola de um dos policiais e disparou três vezes contra o grupo, sendo contido também a tiros.

Nenhum brigadiano ficou ferido. A reação partiu de um colega do policial que teve a arma tomada. Ao todo, foram cinco projéteis que atingiram o rapaz no peito e braços – ele foi encaminhado ao Hospital Centenário, onde acabou falecendo antes de receber atendimento.

Sua identidade não foi informada. Mas já se sabe que ele tinha antecedentes por crimes como furto a residência, estupro de vulnerável e tráfico de drogas.

Nota

O incidente – que será investigado também pela Polícia Civil – motivou a BM a divulgar nota, assinada pelo 25º Batalhão de Polícia Militar e aqui reproduzida:

“A Brigada Militar, por meio do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos (CRPO-VRS), vem por meio desta informar que tão logo tomou conhecimento da ocorrência de morte de um homem de 21 anos, decorrente de intervenção policial em tentativa de homicídio contra policiais militares em atendimento de ocorrência na noite de quinta-feira no bairro Feitoria, em São Leopoldo, passou a adotar as providências cabíveis ao fato abrindo processo de Investigação Policial Militar [IPM]. Ratificamos que independente do desfecho da investigação, a BM, como instituição dedicada à proteção e à segurança de toda a sociedade, reafirma seu compromisso com a comunidade em defesa da vida, seus direitos e garantias fundamentais”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Governo gaúcho tenta atrair investimentos em energia eólica
Acordo com o Carrefour no caso João Alberto inclui 262 bolsas de estudo para pessoas negras em faculdades gaúchas
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play