Quinta-feira, 25 de abril de 2024

Diagnosticado com demência, Bruce Willis muda testamento e faz divisão desigual de herança

O ator Bruce Willis revisou seu testamento, no último ano, após receber o diagnóstico de afasia, transtorno de linguagem decorrente de uma lesão cerebral. A informação foi publicada pelo site americano “Radar”. O artista de 67 anos – que recentemente viu seu quadro piorar e progredir para uma demência frontotemporal – quis dividir a herança de maneira desigual entre a família.

O patrimônio de Bruce Willis é avaliado em US$ 250 milhões, o equivalente a R$ 1,3 bilhão. Frutos do antigo casamento do artista com a também atriz Demi Moore, as filhas Rumer, de 34, Scout, de 31, e Tallulah, de 29, devem receber, cada uma, cerca de US$ 1 milhão (algo em torno de R$ 5,3 milhões). O valor equivale a menos de 1% do total da herança. O restante de US$ 247 milhões será destinado – e dividido igualmente – para a atual esposa de Willis, a modelo Emma Heming, e as filhas do casal, Mabel, de 10 anos, e Evelyn, de 8 anos.

“Bruce Willis queria garantir que sua jovem família fosse cuidada”, afirmou uma pessoa próxima ao ator. “Ele acredita que Rumer, Scout e Tallulah obtiveram o melhor do que ele teve a oferecer financeiramente ao longo de suas vidas”, contou.

Entenda doença

Um ano após receber o diagnóstico de afasia, o ator Bruce Willis viu seu quadro piorar e progredir para uma demência frontotemporal. A notícia foi confirmada, na última quinta-feira (16), pela família do astro conhecido por filmes como “Duro de Matar” e “O sexto sentido”.

“Desde que anunciamos o diagnóstico de afasia recebido por Bruce em 2022, sua condição progrediu e agora temos um diagnóstico mais específico: demência frontotemporal (conhecida como FTD). Infelizmente, a dificuldade de comunicação é apenas um dos sintomas da doença de Bruce enfrenta. Por mais que seja doloroso, é um alívio ter finalmente um diagnóstico claro”, afirmou Emma Heming Willis, esposa do astro, em post nas redes sociais.

A família do ator também compartilhou um comunicado publicado no site da AFTP, associação especializada na doença de Bruce. Confira o texto completo:

“Como família, queríamos aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos pela demonstração de amor e compaixão por Bruce nos últimos dez meses. Sua generosidade de espírito tem sido impressionante, e estamos tremendamente gratos por isso. Pela gentileza e porque sabemos que vocês amam Bruce tanto quanto nós, gostaríamos de atualizá-los.

Desde que anunciamos o diagnóstico de afasia na primavera de 2022, a condição de Bruce progrediu e agora temos um diagnóstico mais específico: demência frontotemporal (conhecida como FTD). Infelizmente, os problemas de comunicação são apenas um dos sintomas da doença que Bruce enfrenta. Embora isso seja doloroso, é um alívio finalmente ter um diagnóstico claro.

FTD é uma doença cruel da qual muitos de nós nunca ouviu falar e pode atingir qualquer pessoa. Para pessoas com menos de 60 anos, a FTD é a forma mais comum de demência e, como o diagnóstico pode levar anos, a FTD provavelmente é muito mais prevalente do que sabemos. Hoje não há tratamentos para a doença, uma realidade que esperamos que possa mudar nos próximos anos. À medida que a condição de Bruce avança, esperamos que qualquer atenção da mídia possa se concentrar em iluminar esta doença que precisa de muito mais conscientização e pesquisa.

Bruce sempre acreditou em usar sua voz no mundo para ajudar os outros e aumentar a conscientização sobre questões importantes, tanto pública quanto privadamente. Sabemos em nossos corações que – se ele pudesse hoje – ele gostaria de responder trazendo atenção global e uma conexão com aqueles que também estão lidando com esta doença debilitante e como ela afeta tantos indivíduos e suas famílias.

A nossa é apenas uma família com um ente querido que sofre de FTD, e encorajamos outras pessoas que enfrenta a doença a buscar a riqueza de informações e apoio disponível através da AFTD. E para aqueles de vocês que tiveram a sorte de não ter nenhuma experiência pessoal com o FTD, esperamos que reservem um tempo para aprender sobre isso e apoie a missão do AFTD da maneira que puder.

Bruce sempre encontrou alegria na vida – e ajudou todos que ele conhece a fazer o mesmo. Significa muito ver esse sentimento de cuidado ecoado de volta para ele e para todos nós. Ficamos muito comovidos com o amor que todos vocês compartilharam por nosso querido marido, pai e amigo durante este período difícil. Sua compaixão, compreensão e respeito contínuos nos permitirão ajudar Bruce a viver uma vida tão plena quanto possível”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Quais são os esportes mentais mais populares do mundo?
WhatsApp deve liberar em breve uma opção para guardar mensagens que desaparecem
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play