Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

Dieta rica em gorduras pode aumentar o nível do hormônio masculino testosterona

Principalmente à medida que envelhecem, muitos homens se preocupam com seus níveis de testosterona, hormônio masculino que faz crescer músculos e aumenta vigor e apetite sexual. Mas é improvável que os alimentos, por si só, tenham impacto nos níveis da substância (embora o consumo de quantidades excessivas de álcool possa ter).

Se você possui quilos a mais, alterar sua dieta para emagrecer pode ajudar, uma vez que o sobrepeso é uma causa comum de baixa testosterona. Mas em termos de alimentação ou dietas específicas, qualquer mudança que você faça pode não ter um impacto perceptível na libido, disposição ou massa muscular.

“Se um homem não tem sobrepeso, eu não o colocaria em uma dieta específica para aumentar a testosterona, com base nos dados que temos hoje”, avalia o professor-assistente Alexander Pastuszak, do departamento de urologia e cirurgia da Universidade de Utah (Estados Unidos). Ele é coautor de uma revisão sobre alternativas à terapia com testosterona.

Nos homens, os níveis normais de testosterona variam de 300 a 1.000 nanogramas por decilitro de sangue. Os altos e baixos dentro dessa faixa normal provavelmente não terão impacto no desejo sexual ou na vitalidade.

Somente quando os níveis caem consistentemente abaixo de 300 pontos é que sintomas como baixa libido, disfunção erétil, fadiga, mau humor ou perda de massa muscular podem aparecer, em uma condição clínica conhecida como hipogonadismo.

Taxa pode variar

Dos 40 anos em diante, os níveis de testosterona nos homens diminuem cerca de 1% ao ano. Mas a queda pode variar enormemente, com alguns homens mais velhos mantendo níveis semelhantes aos de homens jovens saudáveis.

A trajetória da queda da testosterona é mais íngreme entre os homens que ganham muito peso, disse Shalender Bhasin, professor de medicina em Harvard e diretor do programa de intitulado “Pesquisa em Saúde Masculina: Envelhecimento e Metabolismo”, do Brigham and Women’s Hospital”.

Estudos sobre alimentos ou dietas e níveis de testosterona têm sido geralmente discretos e os resultados longe de se mostrarem conclusivos.

Uma recente revisão britânica que reuniu dados de 206 voluntários, por exemplo, descobriu que homens em dietas ricas em gordura tinham níveis de testosterona cerca de 60 pontos mais altos, em média, do que homens em dietas pobres em gorduras.

Homens que seguiram uma dieta vegetariana tendem a ter os níveis mais baixos de testosterona, cerca de 150 pontos abaixo, em média, do que aqueles que seguem uma dieta rica em gordura à base de carne.

Ainda assim, Joseph Whittaker, o autor principal e nutricionista da Universidade de Worcester, no Reino Unido, disse que não recomendaria a um homem aumentar as gorduras em sua dieta a menos que tivesse níveis baixos de testosterona e sintomas de hipogonadismo e já estivesse restringindo as gorduras.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Taís Araújo e Lázaro Ramos refletem sobre relacionamento aberto: “Cada casamento faz sentido do seu jeito”
Filme “Alerta Vermelho” é celebrado como maior estreia da história da Netflix
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play