Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Em Passo Fundo, júri absolve mulher que matou o marido. Alegação foi de legítima defesa

Acusada de assassinar o marido na residência do casal em Passo Fundo (Região Norte do Estado), uma mulher foi absolvida em júri popular nessa terça-feira (9). O crime foi cometido em 2017, sob alegação de legítima defesa. O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) não pretende recorrer da decisão.

Na noite de 30 de junho daquele ano, ela atingiu a cabeça de seu companheiro com uma série de golpes de facão, resultando em óbito por traumatismo craniano. Ele tinha 72 anos e um comportamento conjugal descrito por pessoas próximas como marcado por ciúme, hostilidades, importunação constante e violência.

Eles eram ex-colegas de trabalho e viviam juntos havia oito anos. De acordo com o advogado de defesa, durante esse período o homem passou a manifestar comportamento abusivo, com ameaças e agressões cada vez mais frequentes – inclusive no dia em que ela reagiu de modo fatal. A própria arma utilizada teria sido tomada do marido.

O ataque motivou a Promotoria local a denunciá-la à Justiça por homicídio doloso consumado. Mas as características do incidente e as alegações da investigada permitiram que ela aguardasse o julgamento em liberdade. Se fosse condenada, poderia pegar até 20 anos de cadeia. Mas os jurados, após ouvirem os relatos de quatro testemunhas (duas de defesa e outras duas de acusação) no Tribunal, decidiram pela absolvição.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Petrobras anuncia nova descoberta de petróleo na Margem Equatorial
Assembleia Legislativa aprova autorização para Estado instituir o Programa das Escolas Cívico-Militares
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play