Quarta-feira, 18 de maio de 2022

loader

Equipe de Bolsonaro quer ampliar o Auxílio Brasil para mais de 20 milhões de famílias

A equipe do presidente Jair Bolsonaro defende que o Auxílio Brasil passe a ser pago para mais de 20 milhões de famílias nos próximos meses.

O benefício de janeiro começa a ser pago nesta terça-feira (18) para 17 milhões de famílias, zerando a fila do antigo Bolsa Família, conforme havia determinado o STF (Supremo Tribunal Federal).

Assessores de Bolsonaro disseram que a equipe econômica precisa encontrar recursos para bancar o ingresso de mais de 3 milhões de famílias ao programa criado pelo governo atual. Isso para atender à determinação do Congresso, que mudou as faixas de pobreza e extrema pobreza, o que torna mais 3 milhões de famílias aptas a receber o Auxílio Brasil.

Ao sancionar a lei que criou o Auxílio Brasil, o presidente Jair Bolsonaro vetou o dispositivo que obrigava o governo a manter zerada a fila do programa sob a justificativa de que não havia recursos disponíveis no Orçamento para isso.

Agora, assessores estão defendendo que o Ministério da Economia faça remanejamentos orçamentários para subir o número de pessoas atendidas pelo programa social.

Com isso, a equipe presidencial espera que o pagamento do Auxílio Brasil tenha um efeito político mais significativo na imagem de Bolsonaro no ano em que ele vai tentar a reeleição. Além disso, assessores querem neutralizar futuros ataques de adversários do governo, que vão bater no fato de o governo não zerar a fila de famílias aptas a receber o Auxílio Brasil.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Ministro gaúcho Onyx Lorenzoni testa positivo para o coronavírus pela segunda vez
Casos de coronavírus mantêm 27 agências do Banrisul fechadas na Região Metropolitana de Porto Alegre
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play