Quarta-feira, 18 de maio de 2022

loader

EUA e Reino Unido determinam que familiares de funcionários de suas embaixadas deixem a Ucrânia

Em meio à escalada de tensão entre Rússia e Ucrânia, os governos dos Estados Unidos e do Reino Unido ordenaram que os familiares dos funcionários de suas embaixadas deixem Kiev, capital ucraniana. A Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) anunciou que vai enviar mais tropas para o Leste da Europa.

Os países ocidentais temem que a Rússia invada novamente a Ucrânia. O governo russo posicionou mais de 100 mil soldados na fronteira e tem feito exercícios militares com Belarus, outro país que fazia parte da União Soviética, mas nega que promoverá uma invasão.

O Departamento de Estado americano afirmou no domingo (23) que a decisão foi tomada “devido à ameaça persistente de uma operação militar russa” no país vizinho. A embaixada britânica já começou a retirada e disse que a medida inclui não só dependentes, mas também alguns funcionários.

O comunicado do governo dos EUA diz também que funcionários locais da embaixada podem deixá-la se desejarem e recomenda aos cidadãos americanos que residem na Ucrânia que considerem deixar o país em voos comerciais ou outros meios de transporte.

Otan

Os países da Otan anunciaram nesta segunda-feira que vão reforçar a capacidade de defesa no Leste da Europa, enviando tropas, aviões e navios para contrabalançar a concentração de tropas russas na fronteira com a Ucrânia.

“A Otan continuará tomando todas as medidas necessárias para proteger e defender todos os aliados, inclusive reforçando a parte oriental da aliança”, afirmou o seu secretário-geral, Jens Stoltenberg.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Bolsonaro sanciona com vetos o Orçamento deste ano
Inflação para o consumidor acumula alta de 9,53% nos últimos 12 meses no Brasil
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play