Quarta-feira, 18 de maio de 2022

loader

Inflação para o consumidor acumula alta de 9,53% nos últimos 12 meses no Brasil

O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) variou 0,44% na terceira semana de janeiro no Brasil. O resultado ficou 0,1 ponto percentual acima do registrado na semana anterior, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira (24) pela FGV (Fundação Getulio Vargas). A inflação para o consumidor acumula alta de 9,53% nos últimos 12 meses.

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição para o resultado do IPC-S partiu do grupo educação, leitura e recreação, cuja taxa passou de 0,50% na segunda semana de janeiro para 1,03% na terceira semana. Nessa classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item cursos formais, cujo preço variou 4,68%, ante 3,25% na edição anterior do IPC-S.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos transportes (-0,18% para -0,08%), alimentação (1,12% para 1,22%), comunicação (0,09% para 0,14%) e despesas diversas (0,14% para 0,15%). Nessas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens etanol (-3,60% para -2,90%), hortaliças e legumes (1,58% para 5,74%), combo de telefonia, internet e TV por assinatura (0,20% para 0,42%) e cigarros (0,73% para 0,99%).

Em contrapartida, os grupos habitação (0,57% para 0,26%), vestuário (1,24% para 0,99%) e saúde e cuidados pessoais (0,10% para 0,06%) apresentaram recuo em suas taxas de variação. Nessas classes de despesa, vale citar os itens tarifa de eletricidade residencial (0,93% para -0,97%), roupas masculinas (1,68% para 1,09%) e plano e seguro de saúde (-0,18% para -0,33%).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

EUA e Reino Unido determinam que familiares de funcionários de suas embaixadas deixem a Ucrânia
Ações de enfrentamento à estiagem no RS são discutidas em reunião do Conselho de Recursos Hídricos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play