Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Governo anuncia retirada da Trensurb do Plano Nacional de Desestatização

O governo Lula anunciou, nesta terça-feira (5), a retirada da Trensurb do Plano Nacional de Desestatização (PND). A decisão foi divulgada pelo diretor-presidente da Trensurb Fernando Marroni em uma rede social.

Para Marroni, “a Trensurb desempenha um papel vital na conectividade e mobilidade da nossa região, e queremos assegurar que continue a fazê-lo com eficiência e acessibilidade para todos os cidadãos”.

O diretor também informou que os estudos iniciados pelo BNDES em função da inclusão da Trensurb no PND seguem agora com foco nos investimentos, como o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental para a expansão da linha a Alvorada, distante 24km de Porto Alegre e estudos sobre a integração tarifária.

Atualmente, a Trensurb opera uma linha de trens urbanos com extensão de 43,8 quilômetros, no eixo norte da Região Metropolitana de Porto Alegre, com 22 estações e uma frota de 40 trens, atendendo a seis municípios: Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

A Trensurb foi incluída em setembro de 2019, por decreto do então presidente Jair Bolsonaro, no Programa Nacional de Desestatização.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Bitcoin ultrapassa os US$ 69 mil e supera recorde histórico
Ofensas e ataques à democracia passaram a ser o principal motivo da atuação da Polícia Federal contra o Legislativo nacional
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play