Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Governo gaúcho recolhe 60% da receita projetada com IPVA 2024 de forma antecipada

Conforme o balanço da Secretaria da Fazenda (Sefaz), o Rio Grande do Sul obteve uma arrecadação de R$ 3,06 bilhões com o pagamento antecipado e parcelado do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2024.

O valor representa 60% da receita estimada para o tributo, que é de R$ 5,1 bilhões. Até o momento, 51% dos proprietários já quitaram o imposto.

Comparado ao mesmo período do ano passado, o recolhimento do IPVA teve um aumento nominal de R$ 109 milhões, o que corresponde a um crescimento de 3% na arrecadação.

A adesão ao parcelamento do tributo, que ocorreu em janeiro, registrou um salto de 33% em relação ao ano anterior. Foram mais de 445 mil proprietários de veículos optando pelo fracionamento do imposto.

Os municípios com a maior proporção de veículos com IPVA pago em relação à frota são Forquetinha e Cândido Godoi, com 81% e 78%, respectivamente. Porto Alegre e Caxias do Sul, que possuem a maior quantidade de veículos emplacados, apresentam taxas de 51% e 56% do total de automóveis com o imposto em dia.

Os contribuintes que efetuarem o pagamento até o vencimento, que ocorre a partir do dia 24 de abril, ainda poderão aproveitar os benefícios de Bom Motorista e Bom Cidadão. O desconto pode chegar a 20% no valor do imposto, caso os proprietários usufruam do total concedido pelos incentivos.

Após a destinação constitucional de 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), metade do valor recolhido com o IPVA é repartido com os municípios onde os veículos estão emplacados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Mais de 30 mil doses de vacinas contra a gripe já foram aplicadas em Porto Alegre
Supremo forma maioria para dizer que a Constituição não prevê intervenção militar ou “poder moderador”
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play