Segunda-feira, 17 de junho de 2024

Grêmio e Inter se unem em campanha para a reconstrução do Rio Grande do Sul

Conhecida por ser uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro, a dupla Grenal deixou de lado as divergências futebolísticas e uniu suas cores e símbolos para ajudar centenas de milhares de pessoas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Os dois clubes lançaram nesta terça-feira (21) a campanha Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS, que busca estimular a doação de empresas para a reconstrução do Estado.

Grêmio e Internacional irão ceder espaços em suas propriedades comerciais para companhias que doem dinheiro, abram linhas de crédito, cedam materiais ou bonifiquem produtos para famílias e/ou pequenos comerciantes das regiões afetadas pelas águas.

Para empresas que invistam na reconstrução do Rio Grande do Sul

Até o fim do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, as empresas que aderirem ao projeto serão divulgadas nos uniformes e em propriedades digitais e físicas da dupla Grenal, a depender do montante da colaboração.

O grande símbolo da campanha é a cor roxa, resultado da junção do azul e do vermelho clássicos dos dois clubes, além da logomarca que simboliza um aperto de mãos entre os rivais em prol de quem mais precisa.

As empresas aderentes poderão utilizar os elementos do Jogando Junto nas embalagens de produtos e materiais que forem disponibilizados ao projeto, mostrando à população gaúcha que aquele item veio de uma marca parceira na reconstrução do Estado.

“A causa nesse momento é muito maior do que o futebol. Estamos falando de construir uma rede de parceiros e contribuir com a vida de milhares de Gaúchos, numa reconstrução que vai exigir um grande esforço coletivo”, disse o presidente do Grêmio, Alberto Guerra.

O presidente do Inter, Alessandro Barcellos, destaca: “Devemos usar a nossa força como Clube para ajudar. Essa é a importância desse projeto, usar a força da rivalidade Grenal para o bem, para auxiliar, para reconstruir o nosso Rio Grande do Sul. Por isso, fazemos um apelo às grandes empresas e outros clubes do país que joguem junto e ajudem o estado a se reerguer”.

A dupla Grenal também irá disponibilizar as propriedades de mídia para patrocinadores de outros clubes que queiram aderir à campanha e participar da reconstrução do Rio Grande do Sul.

O projeto já conta, na largada, com mais de R$ 28 milhões em investimentos, com parceria de empresas como CMPC, que vai investir na reconstrução de estradas e no auxílio a fornecedores; Eliane Revestimentos, que vai doar revestimentos para 5 mil residências; Ipiranga, através do Instituto Ultra, que vai auxiliar na reconstrução de escolas e postos parceiros; Prato Fino, que irá contribuir na doação de alimentos e kits de inverno; Socios.com, com doação de recursos; além de empresas da Associação Brasileira da Criptoeconomia, WAP, Atlas Eletrodomésticos e AWS, que também têm iniciativas solidárias.

A operacionalização dos donativos e produtos do Jogando Junto será feita pelas empresas participantes diretamente para iniciativas privadas e/ou públicas da sua escolha, garantindo maior transparência e agilidade.

A CUFA (Central única das Favelas), que faz um trabalho de auxílio às pessoas vulneráveis desde o início da catástrofe climáica que abateu o Estado, é a organização chancelada pela campanha para orquestrar doações de marcas que ainda não tenham escolhido uma iniciativa. Será também através do Pix da entidade que serão recebidas doações de pessoas físicas que queiram participar do projeto.

Mais informações de como doar em www.jogandojunto.com.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Brasil conquista mais seis ouros no Mundial de Atletismo Paralímpico
Prefeitura de Porto Alegre propõe reforços em benefícios habitacionais com reajuste de 185% no Estadia Solidária
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play