Terça-feira, 25 de junho de 2024

Jovem de 24 anos morre ao fugir de blitz em Brasília

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) atirou contra o carro de um motorista que fugiu de uma blitz, na região central de Brasília, no começo da madrugada deste domingo (29). O passageiro Islan da Cruz Nogueira, de 24 anos, morreu.

O carro de luxo havia sido parado no Eixo Monumental. Imagens feitas por um motorista que passava pelo local mostram que a BMW branca foi parada pelos militares, que mandaram o motorista Raimundo Cleofás Alves Aristides Júnior, de 41 anos, sair do carro. No entanto, ele acelerou e fugiu. Em seguida, é possível ouvir vários tiros.

No começo da tarde, a Polícia Militar informou que “foi instaurado procedimento apuratório pelo Departamento de Controle e Correição (DCC) da PMDF”.

Perseguição e morte

Segundo ocorrência registrada na Polícia Civil, a equipe da PMDF disse que realizava uma “Operação Álcool Zero” perto de bares, e que o motorista da BMW saiu da fila de abordagem e acelerou, atingindo um policial militar.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, os militares “realizaram disparos contra os pneus do veículo, na tentativa de imobilizá-lo, mas o veículo conseguiu ultrapassar a barreira e chegar ao próximo ponto de contenção; neste ponto, novos disparos teriam sido realizados pelos policiais ali posicionados, mas o veículo teria conseguido escapar”.

À Polícia Civil, os militares contaram que perseguiram a BMW até que o motorista parou, saiu do carro e deitou no chão. No banco do passageiro estava o jovem de 24 anos que havia sido atingido pelos disparos e morreu no local.

O policial militar atingido pelo veículo foi levado para o Hospital de Base, atendido e liberado em seguida.

O que diz a PMDF

“A Polícia Militar do Distrito Federal informa que, no início da madrugada deste domingo, um veículo foi parado em uma blitz na DF – 010. O condutor desobedeceu às ordens emitidas pelos policiais, acelerou e atropelou um policial militar. Neste momento, disparos foram efetuados contra o veículo.

O veículo foi interceptado na via S1, e foi constatado que o passageiro havia sido atingido. O SAMU prestou atendimento, mas o homem, infelizmente, veio a óbito.

O condutor apresentava evidentes sinais de embriaguez e recusou-se a fazer o teste de alcoolemia. Foi emitido um auto de constatação, e o motorista foi conduzido à 5ª Delegacia, onde foi autuado por embriaguez ao volante e tentativa de homicídio contra um agente de segurança.

O policial militar atingido pelo veículo foi levado ao Hospital de Base, onde recebeu atendimento médico e foi liberado.

Visando esclarecer todas as circunstâncias que envolvem o caso, foi instaurado procedimento apuratório pelo Departamento de Controle e Correição (DCC) da PMDF.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Bolsonaro chama derrota nas eleições de 2022 de “desastre”, mas fala em “página virada”
Estados Unidos resolve acelerar ajuda a Gaza após notícias de saques de alimentos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play