Terça-feira, 18 de junho de 2024

Justiça espanhola confirma acusação de agressão sexual contra Daniel Alves e jogador irá a julgamento

O Tribunal de Justiça de Barcelona abriu um julgamento contra o jogador Daniel Alves pela acusação de agressão sexual. O lateral-direito é acusado de estuprar uma jovem em uma boate de Barcelona, em 30 de dezembro de 2022.

Daniel Alves é acusado de abusar sexualmente de uma mulher de 23 anos na casa noturna Sutton, em Barcelona, na Espanha. Ele teria agredido e estuprado a denunciante em um banheiro da área VIP da boate. O brasileiro foi preso de maneira preventiva em 20 de janeiro deste ano, sem possibilidade de pagar fiança para responder em liberdade.

A Justiça ordenou a prisão após depoimentos contraditórios do jogador brasileiro. Na última vez que falou, o lateral com passagens por Barcelona e São Paulo reconheceu que teve relações sexuais de forma consensual. No entanto, revelou que mentiu para preservar seu casamento.

De acordo com o documento da Justiça espanhola, o Ministério Público apresentou o documento em 23 de outubro deste ano, informando a abertura do processo oral. O Tribunal anunciou que o próximo procedimento, conforme consta na resolução, é a habilitação de cada uma das partes, ou seja, a inclusão dos envolvidos no processo.

“Consideramos que existem indícios suficientes para acordar a abertura do julgamento oral nos termos que solicita o Ministério Fiscal e a acusação particular, conforme o previsto no art. 645.2 LECrim. As manifestações de presunção de vítima, as declarações das testemunhas e relatórios periciais que constam devem ser considerados como suficiente para tal efeito”, diz o documento.

Uma vez concluído esse procedimento, caso a acusação seja mantida, será marcada a data do julgamento. De acordo com o jornal El Mundo, Daniel Alves pode ficar preso por um período de oito a 10 anos se for considerado culpado de estupro.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Procuradoria-Geral da República defende que Robinho cumpra pena de estupro no Brasil
Conselho Nacional de Justiça aprova criação de concurso para juiz
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play