Domingo, 21 de julho de 2024

Ministério da Justiça determina que Facebook remova anúncios com propósito de aplicar golpes em meio à tragédia no RS

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), órgão do Ministério da Justiça, determinou nesta segunda-feira (17) que o Facebook modere e remova “anúncios com indícios de conteúdo ilícito, com propósito de golpes e fraudes aos consumidores, no contexto da calamidade” no Rio Grande do Sul.

O prazo dado pelo órgão para a remoção é de cinco dias. A Senacon estabeleceu ainda a imposição de multa diária de R$ 150 mil em caso de descumprimento da determinação.

Em despacho publicado na edição desta segunda do Diário Oficial da União, o diretor da Senacon Vitor Hugo do Amaral Ferreira também determinou a preservação de dados, registros e mecanismos de transparência da rede social.

Além disso, pediu a apresentação de relatório de transparência sobre as medidas adotadas, os procedimentos de análise realizados previamente à veiculação dos anúncios e as medidas punitivas aplicadas aos usuários da plataforma digital que desrespeitaram a legislação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Após derrota para o Vitória, Inter enfrenta o Corinthians nesta quarta pelo Brasileirão
Chuvas do fim de semana causam estragos em pelo menos 19 municípios gaúchos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play