Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Mulher infértil engravidou 2 semanas depois de tomar remédio para emagrecer

Uma mulher, moradora da Flórida, nos Estados Unidos, ficou grávida duas semanas após começar a utilizar a caneta injetável Mounjauro. Marcela Romero, que tentava engravidar há pelo menos três anos, cogitou fazer fertilização in vitro (FIV), mas foi surpreendida pela notícia de que seria mãe.

O Monjauro (com a tirzepatida como ingrediente ativo), fabricado pela farmacêutica Eli Lilly, foi originalmente desenvolvido para o tratamento de diabetes tipo 2, mas é utilizado de forma off label (finalidade diferente da bula) para emagrecimento, assim como o Ozempic (com a semaglutida como ingrediente ativo), fabricado pela Novo Nordisk.

No entanto, Romero não é a única a relatar o efeito colateral de fertilidade acentuada. Outras mulheres nos Estados Unidos relatam ter engravidado enquanto utilizavam canetas injetáveis para perda de peso. Um grupo do Facebook chamado “Fiquei grávida com Ozempic” tem mais de 450 membros, além disso, internautas compartilharam em outras plataformas sobre como engravidaram inesperadamente enquanto tomavam Ozempic.

“Eu engravidei tomando Ozempic e estava tomando pílula! O bebê nascerá em junho”, comentou uma pessoa em um vídeo do TikTok.

De acordo com o Escritório de Saúde da Mulher dos Estados Unidos, o Monjauro já foi prescrito para a síndrome dos ovários policísticos (SOP), um distúrbio hormonal que afeta mulheres em idade fértil e aumenta o risco de parto prematuro e aborto espontâneo. Além disso, pesquisas recentes ligaram a tirzepatida à regulação do estrogênio.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Sandy, aos 41 anos, surge de novo visual e aparência jovem deixa até fãs mais íntimos chocados: “Ela não envelhece”
Crianças brasileiras estão mais altas e mais obesas
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play