Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Operação Casa Fantasma combate o golpe do falso aluguel de residências no litoral gaúcho

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (4) a Operação Casa Fantasma com o objetivo de combater o golpe do falso aluguel no litoral do Rio Grande do Sul.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em Bagé – principalmente no interior do Presídio Regional, já que os principais investigados praticavam o crime de dentro da cadeia – e em Caçapava do Sul, em residências de outros integrantes do grupo criminoso.

As investigações iniciaram em dezembro de 2022, quando a Polícia Civil passou a receber diversas ocorrências relatando golpes em que as vítimas, de todo o Estado, alugaram imóveis no litoral e, após o pagamento de uma parte do aluguel, não conseguiram ter mais contato com os supostos locadores.

Posteriormente, já no verão de 2023/2024, novamente foi verificada a prática da mesma modalidade de golpe. Aprofundando as investigações, foi possível concluir que o mesmo grupo, do qual participam pelo menos cinco detentos do Presídio Regional de Bagé, era responsável por grande parte dos crimes.

A partir de diligências realizadas pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Informáticos e Defraudações, foi possível identificar, além dos cinco presos, outros três indivíduos que possuem participação direta ou indireta no esquema.

De acordo com as investigações, os criminosos buscavam contato com as vítimas por meio de grupos públicos em redes sociais. A partir de então, os investigados faziam contato direto com elas e ofereciam imóveis variados, em diversas cidades dos litorais gaúcho e catarinense, por um valor abaixo do praticado no mercado.

Para garantir a “locação”, os criminosos enviavam fotos, supostas contas de água e luz do imóvel e chegavam a simular um contrato de aluguel. Para conclusão do negócio, exigiam um “sinal” de 50% do valor acordado. Após o pagamento, as vítimas não conseguiam mais contato com os estelionatários. Não houve presos na operação desta quinta.

Denúncias sobre o crime do falso aluguel podem ser feitas de forma anônima pelo telefone 0800-5102828.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Polícia

SEGURANÇA PÚBLICA
De olho na popularidade, Lula prepara anúncio de obras do PAC com foco na população de baixa renda
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play