Segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Polícia Federal prende funcionários do aeroporto de Guarulhos por tráfico internacional de drogas

A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta terça-feira (19), uma megaoperação de combate ao tráfico internacional de drogas envolvendo funcionários terceirizados que trabalham no aeroporto de Guarulhos (SP).

Os agentes cumpriram 23 mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão na capital paulista, em Sorocaba (SP), Praia Grande (SP), Guarulhos (SP) e Portugal. Dezoito pessoas que trabalham no aeroporto foram alvo dos mandados de prisão da Operação Bulk.

Também foram alvo da ação dois traficantes de drogas que aliciavam os funcionários e chefiavam o envio de cocaína do Brasil para a Europa por meio do aeroporto. A PF afirmou que um deles está em Portugal e que foi solicitada a inclusão do seu nome na lista da difusão vermelha da Interpol (a polícia internacional). Os dois criminosos são ligados à facção paulista PCC (Primeiro Comando da Capital).

A Justiça também determinou buscas em 24 endereços e o bloqueio de R$ 53 milhões em bens dos envolvidos.

Esquema

Segundo a PF, os funcionários investigados atuavam na pista do aeroporto e com os carrinhos que dão acesso às aeronaves. Eles colocavam as malas com as drogas direto no porão dos aviões, escapando da fiscalização e do raio-x da PF.

Durante as investigações, que duraram um ano e dois meses, foram apreendidos 880 quilos de cocaína em nove operações: três no aeroporto de Guarulhos, duas em Lisboa (Portugal), uma em Frankfurt (Alemanha) e três em Amsterdam (Holanda), com prisões efetuadas em Frankfurt e Lisboa.

De acordo com a PF, os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas previstas que variam de 10 a 25 anos de prisão.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Rapper Filipe Ret é alvo de operação policial após suposta distribuição gratuita de maconha em festa no Rio
Em meio à onda de calor que atinge a Europa, Reino Unido registra a maior temperatura da sua história
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play