Segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

loader

Programação do Mês do Idoso começa nesta sexta-feira em Porto Alegre

Nesta sexta-feira (01) tem início a programação do Mês do Idoso em Porto Alegre, com uma ação integrada da prefeitura. As secretarias de Desenvolvimento Social, Saúde, Esporte, Lazer e Juventude, da Cultura e a Empresa Pública de Transporte e Circulação vão promover atividades presenciais para facilitar a vacinação, incentivar a atividade física e dar orientações sobre direitos da pessoa idosa.

O local será a praça Lampadosa (avenida 21 de Abril, 792), no bairro Sarandi, das 9h às 17h, com abertura oficial do Mês às 14h. Também haverá atrações musicais.

O evento é realizado em parceria com a Associação de Moradores da Vila Elizabeth e Parque e com a Frente Parlamentar em Defesa da Pessoa Idosa. O Mês do Idoso integra o calendário de datas comemorativas de Porto Alegre, por meio da lei 12.220 de fevereiro de 2017

No domingo (03), um evento com as mesmas atividades vai movimentar a Esplanada da Restinga (av. João Antônio Silveira), das 9h às 13h. Os dois locais foram definidos para incentivar a aplicação de vacinas contra a Covid-19 tanto para quem está na faixa etária da terceira dose como para quem ainda não conseguiu tomar a primeira ou a segunda aplicação.

As ações presenciais dão início à uma programação híbrida para homenagear a população acima de 65 anos. De acordo com o coordenador dos Direitos do Idoso da SMDS, Raphael Ramalho, a retomada de atividades é um marco para a faixa etária mais afetada pela pandemia.

“Este mês sempre reforça o protagonismo da pessoa idosa. Neste ano temos o objetivo de intensificar a vacinação contra Covid-19 e conscientizar os familiares e amigos sobre a necessidade de tomar todas as doses, além de intensificar as informações sobre os direitos dos idosos”, explica Ramalho.

Envelhecimento

Dados do IBGE informam que até 2055 o Brasil terá mais pessoas acima dos 60 anos do que até 29 anos. O Rio Grande do Sul é o estado com o maior número de idosos. Porto Alegre possui 15% de sua população acima dos 60 anos. A população está envelhecendo por várias razões positivas como o constante avanço da medicina, aumento de renda, escolaridade e proporção de domicílios com saneamento adequado.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de idosos

Um em cada dois brasileiros usa mais da metade da renda para pagar dívidas
Ministro da Saúde fará teste de coronavírus no sábado para definir a sua volta ao Brasil
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play