Terça-feira, 25 de junho de 2024

Rio Grande do Sul é o quarto Estado do País com maior número de depósitos antecipados do 13º salário do INSS

O Rio Grande do Sul é o quarto Estado do Brasil e o primeiro da Região Sul com maior número de depósitos antecipados do abono anual da Previdência Social, popularmente conhecido como 13º salário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

São mais de 2,62 milhões de antecipações, o que deixa o RS atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. No total, os pagamentos injetarão R$ 5 bilhões na economia gaúcha.

Os depósitos da primeira parcela iniciaram nesta quinta-feira (25) para os aposentados e pensionistas que recebem até um salário mínimo (R$ 1.320). A segunda parcela começará a ser paga no fim de junho.

O 13º do INSS é usualmente pago no segundo semestre de cada ano, em agosto e novembro. A antecipação foi anunciada no início deste mês pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em todo o País, mais de 30 milhões de beneficiários receberão as antecipações e 32,62 milhões de benefícios serão pagos (uma pessoa pode receber mais de um benefício). O total é de R$ 62,6 bilhões.

“A média salarial de quem recebe o benefício é de R$ 1.700. É um dinheiro usado para completar a renda da família, para ajudar o neto, para comprar uma coisinha a mais”, afirmou o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi. “Esse dinheiro circula. É mais gente comprando, mais gente vendendo, mais gente produzindo. E é a melhor e mais inteligente forma de distribuir riqueza: salário”, prosseguiu.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Presos integrantes de quadrilha que usava rede de barbearias para lavagem de dinheiro no Rio Grande do Sul
Prévia da inflação oficial do Brasil fica em 0,51% em maio, abaixo da taxa de abril
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play