Terça-feira, 25 de junho de 2024

Roberto Justus diz que diferenças prejudicaram casamento com Adriane Galisteu: “Ela se vestia em brechó e fumava”

Roberto Justus relembrou o fim do seu casamento com Adriane Galisteu. Os apresentadores foram casados por oito meses, em 1998, e terminaram a relação, segundo ele, por conta das diferenças entre os dois.

“Foi aquela coisa fulminante. Namoramos um pouquinho e fizemos a bobagem de casar, porque a gente é muito diferente. Outro dia ela falou uma coisa muito legal, que a gente era muito imaturo. E ela tem toda razão. Eu não era tanto, já tinha 43 anos, mas ela estava no entusiasmo, no auge da carreira, tinha uns 27, 28 anos. Dri gostava de jantar às duas da manhã, eu janto às oito da noite, sou todo caretão, gosto das coisas certinhas. Ela é superdescontraída com as coisas. Eu era muito metódico, muito perfeccionista”, disse ele, em entrevista ao podcast “Bagaceira chique”, de Luciana Gimenez.

Justus, então, comparou seu casamento com Galisteu com a atual relação que ele tem com Ana Paula Siebert, sua quinta mulher e mãe da sua filha caçula, Vicky, de 2 anos.

“Eu e a Paula somos bastante parecidos. Ela é toda patricinha, e eu, Mauricinho. Nós dois gostamos de nos arrumar e manter a casa perfeitinha. Isso é muito legal para você não ter atritos. Quando eu estava com a Galisteu, era totalmente zero. Ela se vestia no brechó. Ela é zero patricinha. Ela fumava cigarro na época, eu sou super contra. São coisas que não davam. Tentei fazer ela parar, mas não consegui. Tem certas coisas que é difícil conviver. Foi uma paixão avassaladora, e do mesmo jeito que começou, terminou”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

“Velozes e furiosos 10”: saiba como é a participação de Ludmilla no filme
Após falas polêmicas de Roberto Justus, Adriane Galisteu manda indireta em vídeo: ”A louca do brechó”
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play