Terça-feira, 18 de junho de 2024

“Velozes e furiosos 10”: saiba como é a participação de Ludmilla no filme

Principal lançamento da semana nos cinemas, “Velozes e furiosos 10” marca o retorno da saga ao Brasil 12 anos após o lançamento de “Velozes e furiosos 5: operação Rio” (2011). Se o filme anterior fez sucesso com Vin Diesel falando “this is Brazil” em confronto com Dwayne Johnson, o novo promete viralizar com os brasileiros em razão da participação de Ludmilla.

A cantora aparece rapidamente em uma cena de racha no Rio de Janeiro. Ela é a responsável por dar partida na corrida, na qual competem Dominic Toretto (Diesel) e o novo vilão interpretado por Jason Momoa. Ludmilla entra em cena fazendo uma referência ao hit “Cheguei”.

Além da breve aparição como atriz, a cantora está na trilha sonora do filme com a canção “Vai sentando”, um feat com Skrillex ao lado de King Doufou e Duki.

O filme

Inicialmente, foi anunciado que “Velozes e furiosos 10” seria o penúltimo filme da franquia. Agora, o longa é a primeira parte de uma trilogia que irá encerrar a série. E vê-se que isso não pode ser considerado como definitivo, já que um sucesso pode resultar em mais capítulos. O diretor francês Louis Leterrier (“Truque de mestre 1 e 2”) resolveu desenvolver em três partes uma narrativa com o vilão mais ameaçador e esquisito que Toretto (Vin Diesel) poderia enfrentar. E a estranha escolha conseguiu injetar novo combustível à franquia.

Na trama, Dante (Jason Momoa) embarca sem limites numa vingança porque um empresário corrupto do Rio de Janeiro, Reyes (Joaquim de Almeida), seu pai, teria sido morto por causa de Dom Toretto em “Velozes e Furiosos 5: Operação Rio” (2011). Dante está então obcecado por destruir a família de Toretto, antes de matá-lo.

Vilões em busca de vingança contra Toretto não são novidade na franquia, só que desta vez Dante é uma ameaça sem precedentes por conta de seu caráter caótico —fica claro que a inspiração dos roteiristas foi a relação entre Batman e Coringa. Percebe-se a reiteração dessa referência não só nas roupas de Toretto e Dante, mas também na maneira de agir de ambos.

Outras influências são a franquia “Mad Max”, de George Miller, e os filmes de James Bond, sendo que “Velozes e furiosos” consegue ultrapassar qualquer conceito de suspensão da descrença – ainda bem, já que isso é o que torna os filmes divertidos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cinema

Bíblia hebraica de 1.100 anos é vendida por 38 milhões de dólares em leilão
Roberto Justus diz que diferenças prejudicaram casamento com Adriane Galisteu: “Ela se vestia em brechó e fumava”
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play