Domingo, 07 de agosto de 2022

Rússia toma cidade ucraniana de Severodonetsk e reforça aliança com Belarus

O exército russo completou neste sábado (25) a conquista da cidade ucraniana de Severodonetsk e conseguiu entrar nos bairros vizinhos de Lysychansk, após semanas de uma ofensiva devastadora para tomar a região do Donbass, no leste do país.

A Ucrânia também enfrentou um “bombardeio maciço” no norte promovido por Belarus, país aliado da Rússia, que poderá equipá-la “nos próximos meses” com mísseis capazes de transportar ogivas nucleares, conforme anunciado pelo presidente russo Vladimir Putin.

Severodonestk estava “totalmente ocupada pelos russos”, disse o prefeito da cidade, Oleksandre Striuk, um dia depois que as autoridades ucranianas anunciaram uma retirada da cidade para defender Lysychansk.

Os separatistas pró-Rússia anunciaram pouco antes a tomada da fábrica de produtos químicos Azot em Severodonetsk e a “retirada” de 800 civis que se refugiaram lá. O governador da região de Luhansk, da qual Severodonetsk faz parte, disse que “90% da cidade está danificada e 80% das casas terão que ser demolidas”.

Os separatistas também anunciaram que suas forças e as do exército russo entraram em Lysychansk, onde estavam ocorrendo “combates de rua”.

“Algumas empresas na cidade já foram tomadas. No momento, está acontecendo combate de rua”, disse um representante dos separatistas pró-Rússia, o tenente-coronel Andrei Marochko, no Telegram.

A queda dessas duas cidades poderia facilitar o avanço das tropas russas em direção a Sloviansk e Kramatorsk, mais a oeste na região de Donetsk. Luhansk e Donetsk compõem o Donbass, uma área já parcialmente controlada por pró-russos desde 2014.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Mais de 300 pedras de crack são apreendidas em Mostardas, no Litoral Norte gaúcho
Porto Alegre conta com 134 prefeitos de praças voluntários para cuidar da cidade
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play