Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Superior Tribunal de Justiça forma maioria para Robinho cumprir pena no Brasil

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprovou, nesta quarta-feira (20), a homologação do cumprimento no Brasil da condenação do ex-jogador de futebol Robson de Souza, o Robinho, pela Justiça italiana.

A votação alcançou maioria com o parecer da ministra Isabel Gallotti, quando o placar mostrava 6 a 2 a favor da homologação.

Robinho foi condenado em definitivo na Itália. Isso significa que os recursos já se esgotaram. Mas ele não cumpriu a pena porque já havia deixado o país quando o julgamento foi concluído. Como a lei brasileira não permite a extradição de cidadãos do País, a alternativa buscada pelas autoridades italianas é fazê-lo cumprir a pena em solo brasileiro.

O ex-jogador, que mora em Santos (SP), alega ser inocente. O ex-jogador com passagens pela Seleção Brasileira, Santos, Real Madrid, Atlético-MG, Milan e Manchester City, foi condenado em 2017 pelo crime contra uma jovem albanesa que ocorreu na boate Sio Cafe, em Milão, em 22 de janeiro de 2013. A vítima, na época, comemorava seu aniversário de 23 anos. Além de Robinho, que então defendia o Milan, outros cinco brasileiros foram denunciados por terem participado do estupro. Mas apenas ele e Ricardo Falco foram efetivamente levados a julgamento.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Ex-ministro da Justiça Anderson Torres nega “reuniões do golpe” e quer acareação
Defesa de Ronnie Lessa abandona o caso após delação ser homologada
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play