Sábado, 20 de julho de 2024

Temporal: 92% das sinaleiras de Porto Alegre prejudicadas pela falta de luz voltam a operar

Das 264 sinaleiras impactadas em Porto Alegre pelo temporal da semana passada, 244 (92% do total) voltaram a operar nessa segunda-feira (22) após o retorno da energia. Conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), restam 20 semáforos desligados em cruzamentos. Os principais eixos atingidos na cidade são as zonas Norte e Leste.

A cidade registra, ainda, 83 ocorrências de bloqueios nas vias (28 com bloqueio total por queda de árvores, 13 por postes ou fios caídos, além de 42 bloqueios parciais). Desde o temporal, foram liberadas 204 ruas e avenidas que apresentavam algum tipo de obstáculo. A Central de Atendimento ao Cidadão da EPTC encaminhou 3.195 chamados, desde as 22h do dia 16 até as 12h de segunda-feira, 22.

A Secretaria de Serviços Urbanos (SMSurb) informa que as principais vias já foram desobstruídas. São mais de 2 mil ocorrências registradas via 156 e por rondas das equipes da SMSUrb desde a terça-feira passada – destas, 900 foram atendidas. A previsão é de que o trabalho de remoção se estenda pelos próximos 15 dias, para depois iniciar o recolhimento final dos entulhos e galhos de árvores caídos.

Foram atendidos um total de 387 ocorrências, sendo que 286 foram de registros de bloqueios totais ou parciais de vias e passeios públicos, por árvores caídas, postes ou cabos de energia caídos e pontos de alagamento. O trabalho das equipes da prefeitura resultou na liberação de 204 vias que apresentavam algum tipo de bloqueio.

Reforço nas equipes

A EPTC informa que as equipes de fiscalização e manutenção elétrica foram reforçadas e enviadas para as regiões com maior risco de sinistros de trânsito para orientar a população e restabelecer a circulação.

A população pode informar as demandas pelo aplicativo 156+POA ou pelos telefones 156 e 118 do Atendimento ao Cidadão para orientar as ações de fiscalização e para que a prefeitura possa atender estas demandas. Um total de 400 servidores, entre agentes de fiscalização de trânsito e transporte, equipes de manutenção elétrica, de Atendimento ao Cidadão e na Central de Controle e Monitoramento da Mobilidade, trabalhou para restabelecer os serviços impactados pelo temporal.

Por meio do decreto de emergência, a prefeitura contratou mais profissionais pelo prazo de 21 dias. Eles se somam às 40 equipes da SMSUrb, 15 do DMLU e 30 soldados atuando nas ruas. As equipes seguem mobilizadas por toda a Capital. A Defesa Civil Municipal soma 400 ocorrências atendidas deste o dia 16.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Partidos políticos distribuem memoriais contra Sergio Moro ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná
Deputado do partido de Bolsonaro vai à sanção do orçamento e dá recado a Lula
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play