Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Tragédia no cinema: “Sem palavras para descrever meu choque e minha tristeza”, diz Alec Baldwin após disparo dele matar diretora em gravação

O ator Alec Baldwin se posicionou, pela primeira vez, sobre a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, atingida por um tiro disparado por ele, durante a filmagem de uma cena do filme “Rust”. Além dela, o diretor do filme, Joel Souza, de 48 anos, ficou ferido. Ele já teve alta.

Alec disse, numa das postagens que fez, que não tem “palavras para descrever seu choque e sua tristeza com o acidente trágico que tirou a vida de Halyna Hutchins”. Ele segue afirmando que a diretora era “esposa, mãe e muito admirada pelos colegas”. E frisa estar cooperando com a apuração do caso: “Estou cooperando totalmente com a investigação da polícia para descobrir como essa tragédia aconteceu”.

Numa segunda postagem, o ator destaca que está em contato com o marido de Halyna “oferecendo suporte para ele e sua família”. Ele conclui afirmando estar de “coração partido pelo marido, filho e todos que conheciam e amavam Halyna”.

Estou desejando que pudesse abraçar meu pai

Filha de Baldwin e a ex-mulher, a também atriz Kim Basinger, Ireland Basinger Baldwin publicou um story no Instagram em que também lamenta a morte de Halyna e diz que queria poder consolar o pai.

“Meu amor e amparo vão para a família e os amigos de Halyna Hutchins. Estou mandando pensamentos de cura para Joel Souza. Estou desejando que pudesse abraçar meu pai bem apertado hoje”, disse ela.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Sindicato dos atores e técnicos de cinema diz que havia munição de verdade em arma que matou diretora de fotografia
Família de diretora de fotografia morta em set quer viajar aos EUA em busca de respostas: “Alguém terá que pagar”
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play