Domingo, 25 de fevereiro de 2024

Tribunal Regional Federal anula sentença de juiz na Lava-Jato do Rio

A Primeira Turma Especializada do Tribunal Regional Federal (TRF) anulou nesta quarta-feira (1º) uma sentença proferida pelo juiz da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, dentro da Operação Lava-Jato fluminense por ter entendido que ele cerceou a defesa de investigados.

Segundo a Corte, Bretas promoveu a oitiva de uma testemunha de acusação contra os empresários Cláudio Vidal e Luis Alberto Gonçalves dentro de uma ação decorrente de uma das fases da Lava-Jato do Rio, a Operação Boca de Lobo, que apurou irregularidades durante o governo fluminense de Luiz Fernando Pezão e que acabou levando a sua prisão. Além disso, Bretas utilizou trechos do depoimento na decisão que condenou os investigados.

O advogado dos empresários, Carlo Luchione, apresentou, então, um habeas corpus pedindo anulação da sentença, que foi julgado nesta quarta.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Assessor de Joe Biden diz que Estados Unidos confiam nas instituições brasileiras
Mais de 12 mil licenças de pescadores profissionais são suspensas no País
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play