Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

loader

Após acirramento da campanha das prévias, candidatos do PSDB à Presidência da República fazem debate morno

Após uma semana marcada por embates e um clima tenso, os candidatos das prévias presidenciais do PSDB adotaram tom ameno no último debate da disputa realizado pelo canal CNN.

Os últimos dias das primárias foram marcados por polêmicas entre os governadores João Doria e Eduardo Leite em temas como a vacinação e possíveis fraudes no aplicativo de votação, o que ensejou um pedido de adiamento das prévias marcadas para domingo (21), feito por aliados do gaúcho.

O aplicativo será usado para escolher o candidato da sigla ao Palácio do Planalto em 2022. O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio também participou do programa, mas o paulista e o gaúcho são apontados como favoritos.

Ainda nesta semana, houve mais um atrito nos bastidores das campanhas dos candidatos. O jornal Folha de S.Paulo informou que, em janeiro do ano passado, Leite teria pedido a Doria que atrasasse o início da vacinação contra a covid-19 e atendesse a um pedido do então chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, em nome de um esforço de coordenação nacional.

O gaúcho negou a informação e a tratou como um factóide plantado pelo rival. Leite afirmou que, na ocasião, teria apenas relatado a Doria o telefonema que recebeu de Ramos e que inclusive deu razão ao paulista para iniciar a imunização.

Durante o debate, os candidatos procuraram demarcar suas diferenças de perfil e de estilo. Encarnando uma postura já de presidenciável, Doria citou programas que são marcas do governo paulista, como vale-gás e proteção das mulheres.

Leite também falou de suas propostas para o País e procurou mostrar que pode dar uma cara nova ao PSDB. O candidato gaúcho bateu na tecla de que representa a diferença e reiterou que é gay, algo que não havia feito nos debates anteriores.

Virgílio voltou a empunhar a bandeira de sua campanha como a defesa da Amazônia e a necessidade de “desbolsonarizar” o partido, que em votações recentes no congresso tem demonstrado dificuldade de se unir e cuja bancada tem votado em sua maioria com o governo federal mesmo em temas ideológicos, como o voto impresso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Eduardo Leite e João Doria privilegiam São Paulo na reta final das prévias do PSDB
Filiação de Bolsonaro ao PL pode dificultar alianças
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play